Open Letter Dia das Crianças

Carta aberta ao Dia das Crianças

Por Trevor Huddleѕton

Rio de janeiro a janeiro, só que não, escrevi boas músicas e algumas até com um bom refrão, fico acordado a noite e de manhã não compro pão mas quando era moleque acordava cedo pra rodar pião reunia uma galera era maior diversão, mas hoje as pessoas dizem que isso não é coisa de adulto não, embora eu saiba que se eu chama-los pra jogar uma bola na rua a maioria deles comparecerāo.

Tempos de infância relembramos, reunião, não queremos ser adultos mas falamos que nem velho velhos tempos “O tempo bão” ; Hoje mal nos encontramos mas sabemos quem é irmão, dia das crianças meninos e meninas policia e ladrão mesmo que nos dias de hoje vivenciamos essa brincadeira com muito mais ação.

Pergunte a uma criança se ela quer ser adulto duvido que dirá não, quanto a você faço minhas apostas sobre o quanto daria para reviver um daqueles dias de pura alegria, afeição, aliás os adultos pareciam mais legais nos filmes, histórias e na nossa imaginação.

Tudo bem que ser adulto também tem seu lado “Bão” calma ai hold on a second não me interprete com malicia pouco menos perversão mas quanto vale um shot de timeless curtição?

Como não lembrar de quando criança, na locadora se perder por entre aquela “sessão” e uns outros que esperavam aquela tal noite “band corujão” mas não tinha nada mais legal do que aquele Sol, pipa, férias, verão, praia gatinhas festa azaração ops pra falar a verdade isso ai a gente não perdeu costume não, aliás isso é coisa de adulto não é de criança não…agora é aquele momento que eu saiu na rua e as crianças me dizem #sóquenão

Feliz dias das crianças de todo meu coração, você nunca estará muito velho, a criança que nos faz rir nunca morre não, se leu até qui espero que tenha gostado, satisfação, divirta-se aproveite que já é quase verão! Não só em seu dia, seu feriado, seu fim de semana mas sim todo o ano com muita alegria, com muita diversão!