INSTITUTO NOVA LIDERANÇA-RELATÓRIO COMPLETO DE ATIVIDADES 2017

Em agosto de 2017, 7 pessoas responderam ao um convite curioso:

“…Em grupo, podemos explorar esses assuntos de um jeito experiencial, e que usa as nossas experiências. O convite é para refletir e aplicar aprendizado nas nossas vidas, e voltar com os resultados…”

Nesse momento, o encontro de Formação e dinâmicas de grupo com Thomas Rickard foi o começo do primeiro ano do Instituto Nova Liderança, baseada na ideia de que, juntos — sem ser profissional, sem palestra, sem textos longos — todos podemos ser mestre-aprendizes.

Durante o ano de 2017, mais dez encontros aconteceram, todos eles realizados com a reflexão, o movimento, a conversa e o respeito. Algumas pessoas tiveram bastante experiência em facilitar as suas oficinas, por exemplo, a Bruna Perillo e ​a Camila Marques do encontro Comunicação Não Violenta e Daniel Reis no Imaginação Consciente nos Exercícios Espirituais Inacianos em diálogo c/Ioga; outras tiveram só uma experiência relatada e queriam apresentar material novo e experimentar, como o Stephan Dohrn no encontro Teoria U e o Teatro da Presença Social e o Thomas Rickard em Narrativas pessoais — Histórias contadas.

Por tudo, estávamos juntos explorando novas coisas, ou coisas conhecidas numa nova forma. Das várias abordagens, incluindo comer juntos, usar os sentimentos do corpo, desenhar e teatro, uma das práticas comuns foi o jogo, como as provocações nas cartões do Líderes, Jardineiros e Rachaduras do Carlos Alberto, e o desafio de ‘charadas com lego’ em Entendendo Design Thinking através do Diálogo do Henrique Portugal. Os jogos oferecem um momento de felicidade, curiosidade, e experiência compartilhada — além de oferecer um material ótimo para aprender e refletir, muito gostoso!

O leque amplo de abordagens e assuntos mostrou a flexibilidade incŕivel do conceito de liderança. De liderança mais pessoal no Liderança baseada na autoconsciência com Regina Console, a liderança mais religioso e emocional em A refeição como exercício de empatia, memória e comunhão do Antônio Mourão, e a liderança mais aberta e facilitativa em Perguntas, por que não? com Carlos Alberto.

Essa diversidade é um resultado de pessoas de lugares, empresas, religiões, filosofias e culturas diferentes, juntadas pela mesma ideia que todos somos líderes nas nossas vidas, que é uma habilidade universal e importante, e que a existe em diversas formas.

Enquanto nos movemos para um novo ano, gostaria de lembrar da simplicidade da forma do que fizemos: as duas horas, cada duas semanas, numa sala ou café simples, com um convite — venha, faça uma oferta, jogue conosco para descobrir mais. Se puder atender, esperamos você.

Gostaríamos agradecer todas as participantes dos encontros, e, especialmente, o Centro Loyola de Belo Horizonte por disponibilizar a sua infra-estrutura para realizarmos a maior parte dos encontros que ocorreram em 2017 — o valor de um espaço quieto, tranquilo e de boa qualidade foi muito importante.

Thomas Rickard & Carlos Alberto — Co Organizadores do INL

trickard1000@gmail.com ; macaubeiro@gmail.com

0. CONVITE DO GRUPO…

Objetivos

Estrutura

1. Formação e dinâmicas de grupos

Coordenação: Thomas

2. Líderes, Jardineiros e Rachaduras

Coordenação: Carlos Alberto

3. Liderança baseada na autoconsciência com Regina Console

Coordenação: Thomas e Regina Console

4. Teoria U e o Teatro da Presença Social

Coordenação: Stephan Dorne

5. Imaginação Consciente nos Exercícios Espirituais Inacianos em diálogo c/Yoga

Coordenação: Carlos Alberto

6. Entendendo Design Thinking através do Diálogo

Coordenação: Henrique Portugal

7. Narrativas pessoais — Histórias contadas

Coordenação: Thomas Rickard

8. A refeição como exercício de empatia, memória e comunhão

Coordenação: Daniel Reis & Antônio Mourão

9. Oficina de Comunicação Não-Violenta

Coordenação: Bruna Perillo & Camila Marques,

Antonio Mourao

10. Perguntas, por que não?

Coordenação: Casal

0. CONVITE DO GRUPO…

Instituto Nova Liderança
trickard1000@gmail.com

Se quiser oferecer facilitar um encontro, entre em contato — 31 99497–7115

Um novo paradigma está crescendo. Hoje, liderança efetiva não é sobre estruturas fixas, hierarquia, reducionismo, controle, competição e captação de só de dinheiro. Novas situações precisam de novos valores, como atenção e escuta profunda, colaboração, prática pessoal, compaixão, abertura e curiosidade. E esses valores se encaixam em vários metodologias, conceitos e práticas — Focos sugeridos

  • Design e Design Thinking
  • Pensamento em sistemas
  • Facilitação, e modelos de facilitação
  • Pedagogia de grupos
  • Complexidade em organizações humanas
  • Liderança, e modelos de liderança
  • Meditação e inteligência emocional
  • Action Learning
  • Comunicação não violenta
  • Outros

Em grupo, podemos explorar esses assuntos de um jeito experiencial, e que usa as nossas experiências. O convite é para refletir e aplicar aprendizado nas nossas vidas, e voltar com os resultados.

Objetivos

  • Engajar com novas metodologias, conceitos, e práticas úteis para as nossas vidas, profissionais e pessoais.
  • Usar o espaço para desenvolver as nossas próprias capacidades, entendimentos, daquelas do grupo por estudar e reflexão.
  • Criar conteúdo acessível no idioma Português
  • Tornamos pessoas capazes em oferecer o nosso aprendizado ao mundo
  • Com uma rotina consistente e um grupo comprometido, teremos oportunidade para desenvolver confiança e relacionamentos profundos. Papéis podem mudar a fim de que cada tenha uma oportunidade de liderar, fazer storyboard, e oferecer críticas.

Estrutura

  • A cada 15 dias
  • 2 horas de interação
  • Facilitação e papéis rotativos
  • Preparação em casa para conversas e práticas profundas
  • Relatório de cada reunião
  • Materiais coletados disponíveis juntos online

O Centro Loyola

O espaço e a infra-estrutura disponibilizada pelo Centro Loyola contribui para que o Instituto Nova Liderança cumpra suas atividades como por exemplo a reflexão dos desafios da vida cotidiana bem como a prática do cuidado e da solidariedade tornando os seus membros pessoas e líderes melhores usando como uma das referências a liderança inaciana.

1. Formação e dinâmicas de grupos

Coordenação: Thomas Rickard

Quinta-feira, 3 de agosto de 2017

11:00 até 14:00

Impact Hub Beagá

Avenida Getúlio Vargas, 1492–2º Andar · Belo Horizonte

Detalhes

Vamos entender mais da teoria e prática de formação e dinâmicos de grupos. Belbin, Tucker, pedagogia de grupos, como quebrar o gelo, que mais? Leva sua experiência (olha o convite a cima).

Participantes:

  1. Thomas
  2. Stephan
  3. Fabio
  4. Rafael
  5. Carlos Alberto (Casal)
  6. Teca Mudado

2. Líderes, Jardineiros e Rachaduras

Coordenação: Carlos Alberto

segunda-feira, 14 de agosto de 2017
17:30 até 19:30

Café Kahlúa
Rua dos Guajajaras, 416, Centro · Belo Horizonte

Detalhes
VAGAS LIMITADAS por causa do espaço — precisa registrar o seu interesse.

No próximo dia 14 iremos nos encontrar no café Kahlua em BH para compartilhar experiências sobre temas provocantes e instigadores: Jardinagem , rachaduras e liderança. Para os que vão e os que não sugiro a leitura do texto e assistir os vídeos a seguir:

https://www.youtube.com/watch?v=5UwrCLvbc1s
https://www.youtube.com/watch?v=xvguwWW3heo&t=254s
https://medium.com/corporate-hackers-brasil/o-jeito-do-corporate-hacker-e-o-jeitinho-brasileiro-no-trabalho-contempor%C3%A2neo-1335a7484a07
https://www.meetup.com/pt-BR/Belo-Horizonte-Instituto-Nova-Lideranca/events/242365648/

Thomas

Rafael

Carlos Alberto (Casal)

Comentários

Thomas Rickard

Uma jornada incrível por tantas ideias e reflexões

3. Liderança baseada na autoconsciência com Regina Console

Coordenação: Thomas Rickard e Regina Console

quinta-feira, 31 de agosto de 2017
17:30 até 19:30

Centro Loyola

Rua sinval de Sá 700, cidade jardim, BH · Belo Horizonte

Detalhes
Muito Obrigado pelo convite para o próximo encontro, Regina Console -

´´Organização, sociedade, grupos e outras denominações similares só existem porque existem os elementos que a compõem, isto é: PESSOAS. Estes “agrupamentos” serão tão bons quanto a “qualidade” das pessoas que os compõem.

Que tal olhar um pouco mais a fundo o que hoje vemos aparentemente? Vamos falar de espiritualidade inaciana e liderança´´

Materiais disponiveis para preparar para o encontro — https://drive.google.com/open?id=0B0V6YvOe7YUNRWJ1MENMS2gzRUE

Antonio Francisco Monteiro Mourã
Kacir
Vitor Almeida
Camila Costa Zimmer Prados
Andrea Magalhaes
Wadam Halen
Angela Duarte
Felipe Lacerda
Henrique Portugal Jorge
Regina Console Simões
Fabio Maggi
Rafael Thiago
CasAl
Luiza Pitanguy Maia
Thomas Rickard

Comentários

CasAl — Inspirador.

4. Teoria U e o Teatro da Presença Social

Coordenação: Stephan Dorne

quinta-feira, 14 de setembro de 2017
17:30 até 19:30

Detalhes
Teoria U e Teatro da Presença Social

O próximo encontro do Instituto Nova Liderança, com Stephan Dohrn.

Neste encontro vamos experienciar a Teoria U através de uma ferramenta chamada Social Presencing Theater (Teatro da Presença Social). Ela serve para entender a realidade atual e explorar futuras possibilidades emergentes.

A Teoria U é um conceito para entender processos de mudança e uma metodologia para acompanhar e guiar mudanças. Ela a baseada na ideia que muitos dos problemas que a humanidade enfrenta (a nível pessoal, organizacional e da sociedade) não podem ser resolvidos adotando soluções do passado, mas em sentir o futuro emergente (o potencial inerente em um sistema) e prototipar caminhos para realizar este potencial.

Quem quiser ler sobre a teoria U e a ferramenta do SPT (em ingles): https://www.strategy-business.com/article/What-the-Body-Tells-Us-about-Leadership?gko=f5217

Um texto curto em português:

http://aokalabs.com.br/por-que-o-teatro-da-presenca-social-tps-e-importante-proximo-curso-em-marco/

Angie
Thiago Araujo
Teca Mudado
Henrique Portugal Jorge
Rafael Thiago
José Arthur Botelho
Erik Canelhas
Fabio Maggi
Antonio Francisco Monteiro Mourã
Stephan Dohrn
Tereza Raquel Mello
CasAl
Thomas Rickard

Comentários

Teca Mudado
muito bom e inspirador

Antonio Francisco Monteiro Mourã
Excelente. Gerou profundas reflexões

5. Imaginação Consciente nos Exercícios Espirituais Inacianos em diálogo c/Yoga

Coordenação: Casal (Carlos Alberto)

quinta-feira, 28 de setembro de 2017
17:30 até 19:30

Detalhes
Dando sequencia a dinâmica de social presencing inspirada a teoria U e a antroposofia do dia 14/9, o pe. Cyril Suresh SJ, jesuita e yogi indiano (tamil), facilitará’ uma dinâmica de imaginação consciente (e identificação no outro) inspirada pelos exercícios espirituais do Inácio de Loyola, fundador da companhia de Jesus (jesuítas) em diálogo com o Yoga.
esses exercícios visam resgatar a dimensão corporal como dimensão essencial do homem: eu tenho corpo, mas também sou corpo que sente, imagina, pensa.

Teca Mudado
Tereza Raquel Mello
Adna Haddad de Mello
Angie
Daniel Bevilacqua
CasAl
Antonio Francisco Monteiro Mourã
Thomas Rickard
Fabio Maggi

Comentários

Antonio Francisco Monteiro Mourã

Foi ótimo!

Antonio Francisco Monteiro Mourã
Sobre nossa reflexão ontem acerca da passagem do “Filho Pródigo”, gostaria de compartilhar com vocês algumas anotações que tenho guardado de uma palestra que fiz sobre essa parábola em 2010. Subi o arquivo word com essas anotações para a pasta que o Thomas indicou no link abaixo
https://drive.google.com/drive/folders/0B7WbIiTETUlZbGJFQU5MR3NUYTQ?usp=sharing
O nome do documento é “Pai Misericordioso — Palestra”

Antonio Francisco Monteiro Mourão
Excelente! Uma analogia dos exercícios espirituais com a imaginação e o Yoga. Muito interessante

6. Entendendo Design Thinking através do Diálogo

Coordenação: Henrique Portugal

terça-feira, 10 de outubro de 2017
19:30 até 21:30

Detalhes
Olá! Seguindo a linha dos últimos encontros, gostaria de convidar a todos para a criação de um pensamento coletivo sobre design thinking através da prática dialógica. O design thinking é uma idéia de projetação multifásica e analogicamente o ser humano é um ser multicamada. Os princípios do Design Thinking se alinham com os temas de nossos encontros, pois estes abordaram tanto a empatia, quanto a colaboração e a experimentação. A idéia central do design thinking portanto é não ser linear, encaixando no conceito de liderança multidisciplinar.

Segue abaixo um artigo muito interessante sobre o design thinking e o diálogo.

http://www.administradores.com.br/artigos/academico/design-dialogico-o-dialogo-bohmiano-no-design-thinking/79012/

Curiosamente encontrei esse material sobre David Bohm no próprio meetup.

http://files.meetup.com/13700432/%5BDavid_Bohm%5D_On_Dialogue%28BookZZ.org%29.pdf

Fabio Maggi
Agatha Martins
Adolfo Melo
Rodrigo Soares
Caio Calado
Luiz Fernando M. Lagares
Bernardo Carvalho
Rafael Thiago
Ana Paula M. Castro
Cleber Tavares
Italo Daldegan
Ronildo NyL
fernanda vidal
Juliana Mota
CasAl
Antonio Francisco Monteiro Mourã
Thomas Rickard
Tereza Raquel Mello
Henrique Portugal Jorge

7. Narrativas pessoais — Histórias contadas

Coordenação: Thomas Rickard

quinta-feira, 26 de outubro de 2017
19:30 até 21:30

Detalhes
Olá,

Como vai? Uma pergunta muito importante! Mas, na maior parte das vezes, feita com pouca atenção, né?

Imagine, por um momento, que estou te fazendo essa pergunta de verdade com atenção, que realmente gostaria de saber algo sobre você e a sua vida — talvez no elevador, no café, na reunião antes do começo, numa entrevista, ou ainda no palco — o que falaria? Como usaria esse momento de atenção que lhe é oferecido?

Os melhores líderes não só entendem as suas próprias histórias como também têm a habilidade de contá-las para uma platéia — uma habilidade de compartilhar suas experiências.

Para essa sessão do Instituto Nova Liderança te provoco a escolher um momento da sua vida — pode ser um momento difícil, incrível, insignificante ou enorme — um momento que foi importante para você. Vamos utilizar esse momento, vamos transformá-lo em uma história a ser contada: uma história que diz algo sobre você, que abre uma porta para você mesmo e que, por sua vez, também oferece uma oportunidade de aprendizado .

Para essa prática, será fácil disponibilizar e oferecer ferramentas, contudo vamos precisar de confiança e abertura para vulnerabilidade para que possamos usá-las com sucesso — essas são as premissas para o desenvolvimento pessoal e profissional. Juntos, podemos criar um ambiente seguro para utilizar essas ferramentas, juntos podemos chegar lá.

Até lá!

Thomas Rickard.

Bernardo Nogueira
Raquel
Fabio Maggi
Italo Daldegan
Teca Mudado
Cíntia Sena Murta
Wadam Halen
Henrique Portugal Jorge
Tassia Mourão
Angie
Antonio Francisco Monteiro Mourã
CasAl
Thomas Rickard

Comentários

CasAl

Excelente!

Cíntia Sena Murta

Gratidão pela oportunidade de desenvolver mais um pouco. Aprendizado bom ontem!!!

8. A refeição como exercício de empatia, memória e comunhão

Coordenação: Antônio Mourão, Daniel Reis

quinta-feira, 9 de novembro de 2017
19:30 até 21:30

Detalhes
Iremos nos reunir com Daniel Reis para descobrir como os momentos de refeição podem ser considerados como grandes oportunidades de aproximação das pessoas. Comer é uma das necessidades básicas do ser humano, assim como comunicar e compartilhar. A refeição está ligada de forma intrínseca ao serviço, que por sua vez é o cerne da atividade de liderar sob a ótica cristã.
Daniel Reis é graduando em Teologia e em Direito, pela PUC Minas. É aluno do curso de Especialização em Liturgia, pela Universidade Salesiana de São Paulo. Membro da coordenação e assessor da Comissão de Liturgia da Região Episcopal Nossa Senhora da Esperança, da Arquidiocese de Belo Horizonte.

Rafael Thiago
Adna Haddad de Mello
Tê Araújo
Tereza Raquel Mello
Raquel
Anderson Horta Souza Campos
Cíntia Sena Murta
Fabio Maggi
CasAl
Tassia Mourão
Antonio Francisco Monteiro Mourã

Comentários:

Antonio Francisco Monteiro Mourã

Encontro muito enriquecedor

Raquel

oi ótimo. Muito agradecida de ter participado!

Anderson Horta Souza Campos

ÓTIMO o encontro e muito bem conduzido

CasAl

Pessoal, segue o link para o texto do Daniel Reis utilizado no encontro:

http://domtotal.com/noticia/1200066/2017/10/os-convidados-vips-ao-banquete-do-reino/

9. Oficina de Comunicação Não-Violenta

Coordenação: Antônio Mourão, Bruna Perillo e Camila Marques

quinta-feira, 23 de novembro de 2017
19:30 até 21:30

Detalhes
A Comunicação Não-Violenta (CNV), também conhecida como “a linguagem da vida”, propõe um estado de consciência em que a compaixão prospere entre as pessoas através da comunicação.

Esta oficina propõe o desafio de transformar nossa tendência automática de julgar e avaliar, em um novo paradigma de compreensão das necessidades humanas universais.

As facilitadoras serão as psicólogas Bruna Perillo e Camila Marques, co-criadoras da Escola de Empatia.

Bruna Perillo é belo horizontina, psicóloga clínica e especialista em Gestalt Terapia. Realizou aperfeiçoamento em Atendimento Clínico à Crianças e Adolescentes na teoria da Gestalt. Realiza estudos sobre empatia e Comunicação Não-Violenta, com formações na área e participação em grupos. A motivação para o seu trabalho é desenvolver atitudes de ética e cuidado nas pessoas.

​Camila Marques é belo horizontina, psicóloga clínica e realiza pesquisas independentes sobre empatia e Comunicação Não-Violenta; atualiza-se constantemente através de formações na área. É especializanda em Arteterapia pela Integrarte e formada em Psicossomática pela Faculdade de Medicina da UFMG. É curiosa pela prática de Focusing, tendo realizado formação pelo Centro de Psicologia Humanista, em Belo Horizonte. Apaixonada pelo processo grupal, é facilitadora de grupos de encontros com temas como: escuta empática, empreendedorismo e maternidade. Acredita no potencial de cada pessoa em buscar o seu melhor.

A Escola de Empatia é uma empresa dedicada ao desenvolvimento pessoal e profissional, co-criando atitudes de cuidado e sustentabilidade social.

Anderson Horta Souza Campos
Angie
Amanda Medeiros
Adna Haddad de Mello
Lorença Milagres
Nádila Domingues
Kleiber Antonio Alves
Marcos Mudado
Jessé Silveira
Rafael Thiago
Henrique Portugal Jorge
Priscilla Nardini
Thomas Rickard
Tassia Mourão
Diogo Rezende
Stephan Dohrn
Eduardo
Camila Marques
CasAl
Jomar Coelho
Tereza Raquel Mello
Antonio Francisco Monteiro Mourã

Comentários

Camila Marques

Olá!

Me sinto feliz pela oportunidade de partilha no grupo!

Gostaria de compartilhar um texto que Marshall Rosenberg escreveu para dizer sobre o cerne da Comunicação Não Violenta.

Dar de coração:

https://psicosaude.wordpress.com/2016/06/09/dar-de-coracao

(Clique para a leitura do texto)

A CNV nos apresenta a possibilidade de nos conectarmos a nós mesmos e aos outros compassivamente, de modo com que a compaixão floresça mesmo em relacionamentos mais difíceis.

Antonio Francisco Monteiro Mourã

Muito bom o texto Camila. Adorei! obrigado por compartilhar! =)

Kleiber Antonio Alves

Texto onde a simplicidade do ato para com o alimento de gratidão e amorosidade em partilhar. grato Camila por partilhar conosco.

10. Perguntas, por que não?

Coordenação: Casal

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017
19:30 até 21:30

Detalhes
• O que vamos fazer
Neste último encontro do ano, vamos conversar sobre a importância das perguntas em nossa jornada… será que o mais importante é saber as respostas ou fazer as perguntas certas?
Pedimos a todos que cheguem pelo menos 15 minutos antes do início previsto para que possamos iniciar como previsto.
Nossos encontros ocorrem em um período de 120 minutos por isso precisamos saborear juntos cada minuto que estivermos juntos.

• O que você deve trazer
Questões…

• Informações importantes
Instituto Nova Liderança
Um novo paradigma está surgindo. Hoje, liderança efetiva não ocorre estruturas fixas, hierarquia, reducionismo, controle, competição e captação de só de dinheiro. Novas situações precisam de novos valores, como atenção e escuta profunda, colaboração, prática pessoal, compaixão, abertura e curiosidade. E esses valores se encaixam em vários metodologias, conceitos e práticas — Focos sugeridos.

Henrique

Rafael

Fernanda

Casal