Unidades, dezenas e bilhões

Olhando pela sacada, paro e penso em cada uma das pessoas no alcance da minha visão. Dezenas, centenas, milhares de indivíduos que compartilham emoções, momentos e memórias com outras dezenas, centenas ou milhares. E então lembro de um momento quase um ano atrás, no qual eu discutia o mesmo tema com uma amiga, diante de uma outra sacada. E em um ano tanta coisa aconteceu. Comigo. Mas e com as outras pessoas? É difícil pensar que dentre estas outras, alguma delas também olha pela sacada e pensa nas dezenas, centenas e milhares. Eu não conheço essa pessoa. Talvez conheça. Mas no momento em que estamos olhando pela varanda, não pensamos em quem está do nosso lado naquela hora, ou esteve no mesmo dia, ou que convive conosco diariamente. Pensamos nas outras pessoas, que mesmo não nos conhecendo, são importantes para compreendermos que somos apenas um, dentre dezenas, centenas, milhares, milhões, bilhões.

Like what you read? Give Triverso a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.