Apenas o fanatismo explica o apoio da esquerda a Maduro… Ou a má fé.

Nada além de fanatismo e má fé explica a insistência em apoiar o ditador Maduro.

Eu até conheço apoiador do Maduro que reconhece aparelhamento da suprema corte e as manobras (golpe mesmo) contra a assembleia eleita, mas no fim vale tudo pra “combater a direita”. Ou seja, vale ditadura se o povo não votar em você. Isso porque a oposição é majoritária de centro-esquerda.

Em resumo: Ele é ditador, mas é MEU ditador!

O papo de ~imperialismo~ é uma tremenda cortina de fumaça.

Thread definitiva sobre a situação Venezuela. É o proverbial “quer que eu desenhe? Taí!”.

“Alguns políticos e pessoas de esquerda nos EUA, Europa e América Latina se perguntam se o que está acontecendo na Venezuela é um golpe contra o presidente de fato Nicolas Maduro. Vamos usar uma analogia para ajudar.

Imagine um mundo onde o presidente dos EUA, Donald Trump, encheu a Suprema Corte e outras instituições com aliados políticos. Os midterms chegam e os democratas ganham com uma esmagadora maioria de 2/3 no Congresso. Atordoado, Trump faz com que os tribunais declarem o Congresso nulo e e sem poderes, ignorando suas decisões.

Trump então cria outro Congresso, preenchido com seus próprios apoiadores, para aprovar leis. Quando há protestos de rua contra isso, ele envia a Guarda Nacional para reprimir. Mais de 100 são mortos pelas forças de segurança. Milhares arbitrariamente presos.

Os principais líderes democráticos são presos ou forçados ao exílio. Alguns são torturados.

Trump então se dirige para a reeleição. Mas sua administração proíbe qualquer democrata de concorrer. Os democratas boicotam a eleição. Trump mantém a eleição mesmo assim e vence! Nenhum observador credível é permitido. Até o cara que montou o sistema de votação eletrônica diz que há fraude.

Trump é empossado pelo seu falso congresso. O verdadeiro Congresso, entretanto, diz que ele é um presidente ilegítimo. E, de acordo com a lei, eles indicam o presidente do Congresso como o presidente legítimo até que novas eleições possam ser realizadas. Esse presidente interino é reconhecido por muitas nações.

Agora, isso é um golpe do Congresso legítimo? Ou o golpe já ocorreu e foi dado pelo presidente [Maduro]? Em suma, foi o que aconteceu na Venezuela.”