As instituições não irão segurar Bolsonaro

Alguém diz: “Ah, o Bolsonaro é terrível, mas as instituições seguram ele”…

Aí você lembra que mesmo que ele não controle a PM, por exemplo, ele terá a seu dispor:

Força Nacional — Criação do Lula
Lei Antiterrorismo — Criação da Dilma
Ocupação militar/intervenção federal — Criação da Dilma (ok, um pouco mais complicado que isso, mas com Dilma a coisa “pegou”).

E, claro, terá governadores aliados (estes que sim, controlam a PM), terá ainda empoderado seguidores violentos a cometer crimes, criado um ambiente de permissividade da violência com seu discurso virulento contra minorias.

E já estamos tendo um gostinho do cenário que se avizinha, vide o assassinado de Moa de Katendê por um Bolsominion e mais recentemente o assassinato de uma travesti a facadas por homens que gritavam “Bolsonaro”.

No poder, o PT pensou ser invencível. Na oposição, nos deixaram um legado nefasto (nós avisamos!) que poderá ser usado contra toda a esquerda, o próprio PT e o país.

Como comentei esses dias, o PT vive numa bolha auto-referencial:

“O PT vive numa bolha. Aparelhou e desmobilizou tanto movimentos sociais e sindicatos pra esses apenas repetirem o que o partido quer(ia) que perderam o contato com a rua, com o povo, com o trabalhador. Movimentos e sindicatos viraram meras câmaras de eco do petismo, descoladas do real. Não foi o povo que se afastou do PT, foi o PT que se afastou do povo quando não conseguiu silenciá-lo pregando sua “inclusão via consumo” e neutralizando todos os canais possíveis de manifestação — seja neutralizando sindicatos, movimentos, seja massacrando manifestações, como em Junho ou os protestos contra a Copa.”

E como comentou a @Samjovana (vejam o print no fim da postagem), estamos nesse buraco também pela insistência do PT em fabricar inimigos. Não apenas aqueles que efetivamente o são (ainda que há formas de se lidar com a oposição que não a chamando de nazista), mas também aqueles que simplesmente não assinam embaixo, não seguem de forma acrítica, não se submetem ao PT.

Aliás, mesmo os que se submetem (como o PSOL) são alvo preferencial de ataques, deve ser a forma que encontraram de manter o controle.

Não me surpreende em absoluto que muitos democratas, gente de esquerda, da centro-direita, se recuse a votar no PT MESMO diante do perigo que Bolsonaro representa. O partido chegou num ponto de saturação em que as pessoas preferem pagar pra ver e manter a fé nas instituições, mesmo que todas as brechas para amplos abusos tenham sido abertas (pelo… PT).

Bolsonaro não precisará passar por cima das instituições para tocar o terror, basta apenas usar as ferramentas que já existem e contar com o apoio ou ao menos o silêncio da população.