Instagram TV: o futuro é vertical?

Alguns insights sobre o novo app de vídeos do Instagram

@tutinicola
Jun 24, 2018 · 5 min read

Parece que foi em outra vida. Mas houve um tempo em que caminhávamos até a locadora para alugar filmes. Nos reuníamos em torno da TV colocada em lugar estratégico e central da sala de casa durante horas para assistir novelas, noticiários, filmes e, assistíamos até o BBB, não adianta disfarçar.

Mas esse tempo ficou pra trás. E esse ritual coletivo deu lugar à uma experiência individual.

As tecnologias mudaram. O comportamento também.

Passamos a assistir vídeos no Youtube, Netflix, nas redes sociais. Mas, já não dá mais pra chamar vídeo de tendência. Alguns dados sobre o consumo de conteúdo em vídeo já nem assustam mais:

Segundo o IBGE, o uso do telefone celular já se consolidou como o principal meio para acessar a internet no Brasil. Logo, se as pessoas assistem muito a vídeos, é através do celular. Pra você e pra mim, ainda pode parecer desconfortável, assistir a conteúdos através de uma tela muito pequena. Mas nós não somos o futuro. A geração Z sim.

De acordo com a Wyzowl, no The State of Video Marketing 2017, 90% dos usuários preferem ver vídeos no mobile. E os dados sobre o vertical são convincentes:

Os usuários de smartphones mantêm seus telefones verticalmente cerca de 94% do tempo, segundo Relatório de Visão Geral do MOVR Mobile.

E um dado ainda mais interessante: vídeos verticais têm uma taxa de conclusão de 90%. Em outras palavras: eles são vistos até o final. E se você é uma marca ou produtor de conteúdo é isso que você quer, não é?

Bem, já vínhamos caminhando nesse sentido. A produção de conteúdo para o Snapchat e os Stories nos deram uma boa aula de como vídeos na vertical podem funcionar. E até mesmo o Youtube teve que se adaptar.

Mas a novidade é que agora temos disponível mais um canal. E não foi à toa que ele foi pensado.

"We believe this is the future of video. People continue to spend more time with entertainment on their mobile devices, and we’re making it easier for them to get closer to the creators and original content they love." Instagram

IGTV veio pra ficar?

Junho de 2018 vai ser lembrado pelo mês em que o Instagram atingiu a marca de 1 bilhão de usuários mensais no mundo. E a notícia não veio sozinha, mas sim, com o anúncio de um novo recurso: o Instagram TV, como muitos estão dizendo, um concorrente direto para o Youtube. Será?

IGTV é sobre 1080x1920. Dentro da interface do Instagram, você pode ver um ícone que leva você para a experiência de vídeo vertical — mais uma vez. Kevin Systrom, co-fundador e CEO da marca, apresentou-a como uma nova forma de assistir a televisão online, você clica no ícone e os vídeos são reproduzidos automaticamente, como num canal de TV:

https://www.socialreport.com/insights/article/360001045983-Social-Media-Friday-Instagram-Hits-1-Billion-Active-Users-Announces-Instagram-TV

Estamos entrando em um já conhecido, mas ainda assim, novo cenário.

O IGTV proporciona um novo meio de comunicação, mais um para quem é produtor de conteúdo alimentar. E a sua adoção tem muita relação sobre adaptação. É preciso produzir bons conteúdos, encontrar pessoas capacitadas para criar e editar, ter timing, conseguir levar seu público até lá e, como não, buscar a retenção, ou seja, o tempo de atenção que você vai conquistar meio a tanta demanda de conteúdo.

A IGTV está dando às pessoas, marcas e negócios mais uma voz e um espaço para estabelecer autoridade. Mas ainda é cedo pra saber se essa será uma mudança radical no modo como consumimos vídeos on-line.

Tudo que você precisa saber sobre o IGTV (até agora):

  • A funcionalidade não apareceu pra todo mundo ainda, aos poucos vai atualizar. Você pode usar tanto no próprio app do Instagram, como pode também baixar o app só do IGTV, mas confesso que não há diferença entre os 2.
  • Os conteúdos do IGTV não desaparecem em 24 horas como nos stories. Ficam para sempre como se fosse um canal de Youtube.
  • Você não consegue gravar diretamente do app, como acontece nas histórias. É preciso ter o seu vídeo gravado no celular em tela cheia e na vertical.
  • Você pode adicionar uma descrição e um título a cada vídeo antes de enviá-lo, além de poder enviar sua própria miniatura ou escolher uma miniatura do seu vídeo para a capa do vídeo.
  • Não tem como fazer vídeo ao vivo no app.
  • Apenas contas verificadas podem publicar vídeos com mais que 10 minutos até 1 hora. Para contas não verificadas, o máximo é 10 minutos.
  • Ao criar um canal, você ganha a possibilidade de colocar link para os vídeos do IGTV nos Stories, mesmo você tendo menos de 10k seguidores, mas detalhe: link só pro IGTV, não link externos.
  • Ainda não é possível criar anúncios de publicidade na funcionalidade, ela é totalmente orgânica.
  • Dentro do aplicativo, os usuários têm a opção de navegar entre as guias “Para você”, “Seguindo”, “Popular” e “Continuar assistindo”.
  • Formas de interagir com o vídeo: é possível curtir, comentar ou enviar por direct os vídeos para amigos.
  • Há insights disponíveis para ver os resultados do vídeo, basta clicar no seu vídeo em "visualizar informações". São eles: visualizações, curtidas, comentários e porcentagem média assistida. Existe até um gráfico prático para mostrar os pontos em que a visualização do vídeo aumenta e diminui.

Especificações:
Tamanho do arquivo: até 3.6GB
Tipo de arquivo: .MP4
Tamanho do vídeo: 9:16
Miniatura de vídeo / imagem da capa: .JPG

Qual a sua opinião sobre a nova funcionalidade do Instagram?

Fonte: https://blog.hootsuite.com/instagram-tv/

@tutinicola

Written by

Relações Públicas e Especialista em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade