[SOCIAL MEDIA DAY] 5 lições da Netflix para profissionais de mídias sociais

Continuando a série de postagens para comemorar o #SocialMediaDay (veja: 5 ferramentas úteis para profissionais de mídias sociais e 10 dicas de qualificações para profissionais de mídias sociais) com uma referência da área, afinal, não tem como falar em social media sem falar da Netflix. Ela é case de eventos de marketing, exemplo em sala de aula, xodó dos profissionais e entusiastas e dá um banho de engajamento e estratégia nas redes sociais. Como não amar? ❤
Então vamos a algumas lições da marca:

#TIMING

O timing das postagens nas redes sociais é um elemento fundamental para a era dos micro momentos. Com a sobrecarga de informações e a velocidade das coisas na internet, o tempo de vida dos conteúdos se tornam muito menores e as pessoas acabam sempre dando preferência ao que é mais novo. Meme de ontem, já é meme velho. Utilizar do combo: assunto do momento + sacada no tempo certo, o chamado marketing de oportunidade, é o que a Netflix vem fazendo muito bem.
Um dos exemplos disso, aconteceu no dia das denúncias de corrupção a respeito do presidente Michel Temer e do senador Aécio Neves. O perfil oficial da série House of Cards no Twitter publicou a sutil mensagem e “zerou”a internet:

#PERSONA

“As pessoas não querem falar com corporações sem rosto. Elas querem falar com as pessoas que estão dentro das corporações”. Marc Gobé

O sucesso do engajamento das redes sociais da Netflix está ligado também a proximidade da marca com os fãs e a forma como ela conversa e interage com as outras pessoas. O tom de voz autêntico, direto e personalizado ajuda a humanizar a marca e gera identificação. Em muitas conversas ela desabafa, faz piadas, usa gírias, comenta sobre assuntos do momento e é “gente como a gente”. 
Muitas marcas que não definem uma persona e uma identidade acabam parecendo incoerentes nas redes sociais, hora falando de um jeito ou assunto, hora apoiando uma causa que nunca havia comentado ou o que quer que seja, isso influencia diretamente na percepção do público e dificulta a criação de laços e conversas. Já a Netflix, deixa muito claro quem ela é:

#PÚBLICO

A Netflix é especialista em monitoramento e conhecimento aprofundado do seu público, mas, principalmente sabe que pessoas são pessoas e não números. Consegue tirar dos seus dados insights seja para lançar uma nova série ou um conteúdo para post das redes sociais. Cria estratégias a partir das análises e estudos de comportamento, hábitos de consumo, histórico de buscas, hashtags, assuntos e muito mais. Ela não só agrada, engaja, mas também sabe o que faz seu público se tornar um fã e esse é o ponto principal: entregar aquilo que as pessoas estão afim.

https://www.facebook.com/netflixbrasil/photos/a.218069644916503.55742.216630021727132/1321672041222919/?type=3&theater

#NÃO AO PRECONCEITO

Além de celebrar a diversidade e representatividade em suas produções é uma marca que preza por respeito nas redes sociais. Em comemoração a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo nos EUA, a Netflix criou filtros coloridos para os perfis do Facebook e viralizou a campanha #LoveWin. E também dá aula de respeito nos comentários, um exemplo é a resposta da marca ao comentário transfóbico ao documentário Laerte-se:

#ATENDIMENTO

Os atendentes de SAC nem sempre são os nossos melhores amigos, não é? Mas com a Netflix é diferente, a marca utiliza uma estratégia de atendimento personalizada, tira dúvidas das pessoas nos comentários, ajuda os clientes resolver problemas. Um case é a conversa do atendimento da marca com um fã de Star Trek:

Com certeza as lições e insights não param por aí, vamos esperar pra ver qual vai ser o próximo "tiro" da Netflix. ;)

_

Se você gostou clica no ❤!