Por que?

Por que todas as vezes que eu te olho você parece mais distante? Por que cada vez que eu me aproximo você se afasta mais e mais? Eu nunca entendi essa vontade, essa urgência que você tem em fingir que nunca houve nada e que nunca sentiu nada e que não tem nada para se compartilhar. Eu não entendo essa sua necessidade de agir como se fosse uma grande rocha impenetrável quando nós dois sabemos que você chora antes de ir dormir, chora ao acordar e chora até mesmo pelas coisas mais fúteis da vida, como o final feliz de um filme de ficção ou um vídeo de um cão reencontrando seus filhotes.

Eu nem sei o porquê de pensar em você antes de ir dormir, eu não faço ideia do porquê de ficar pensando em você durante o meu dia, eu só sei que isso me preocupa. Me preocupa porque eu sei que quando olhar para você, você não me olhará de volta. Me preocupa porque sei que você nunca vai se aproximar quando eu chamar o seu nome. Me preocupa porque eu sei que, por mais que eu insista, nunca seremos eu e você, e isso está me consumindo por dentro de uma maneira que nunca conseguirei explicar. Te amar tanto assim me preocupa e a parte que mais me dói é não fazer ideia do que fazer com todo esse sentimento contido em mim.

Like what you read? Give t a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.