Taxista manifestou-se… contra o desenlace de Antígona, de Sófocles

Über quem? Nada disso.

Jacinto Catatau, portador do CMT nº 14220, que tem um filho a montar voltímetros no Técnico e outro a tocar djembé pela Baixa, foi um de vários taxistas Portugueses que ficaram no comforto dos seus lares a… vociferar contra o final de um dos livros de leitura obrigatória segundo as Entidades Formadores de Motoristas de Táxi: Antígona, de Sófocles.

Porque o nosso dever é “informar sem spoilar”, a entrevista com o Sr. Catatau foi parcialmente editada:

Medium (M): Muito boa tarde Sr. Jacinto.

Jacinto (J): Bôs tardes, ora vai ser para aonde? (risos)

M: Não se ria! Já viu o que os seus colegas estão a fazer hoje à Über para que todo o mundo veja?

J: São bestas que nunca analisaram bem a personagem do Creonte, a meu ver.

M: Há vídeos onde se vê perfeitamente que quem insulta Hesita antes de continuar a insultar para ter bem a certeza que está a ser filmado em condiçõesvocês estão ‘a sério’ ou isto é mais um pseudo-acontecimento?

J: Não aprendem nada com a Literatura Clássica, quer que lhe diga o quê…

M: O que pensa sobre esta moscambilha?

J: Olhe, eu queria mesmo era falar do livro, pensei que tínhamos acordado que eu tenho algumas coisas a dizer aos filhas das putas que mandam nisto dos novos exames dos táxis pá.

M: Tem razão, perdemos o foco… o que achou do livro, muito resumidamente?

J: É do caralho. Epá não há, não houve e tão cedo não haverá livro que verse de forma tão trágica a condição humana. Sobretudo o papel da Antígona que, pelo que dá para ver, devia ser um canhão duma gaja pá…

M: O que mais o fascinou no canhenho?

J: Aquela cena da vontade divina vs vontade dos homens. Quem é que manda e porquê caralho. Diz muito sobre o nosso ‘instinto de sobrevivência’ que determina muitas das nossas reacções, estou em crer. Foda-se.

M: Parece de propósito… você é mesmo um jagunço ou toma-nos por artolas?

J: Eu sou o que o Creonte quer mas não espera que eu seja!

M: Foda-se vocês são sempre a mesma coisa. Mais a porra dos taxistas, irra!

J: Relaxe, amigo. Olhe, eu adoro ler, e acho que todos nós — condutores de Skodas e não só — devíamos fazê-lo mais vezes. Acho é que incluir a Antígona

M: Agora sim, estamos a ir a algum lado!

J: Posso acabar caralho?! Incluir a Antígona nos exames teóricos para obtenção CMT é muita… como dizer, ‘muita areia para o nosso Mercedes a diesel’. Precisamos de coisas mais light.

M: Como por exemplo

J: Autores soviéticos. Da velha guarda. Ali do dealbar do séc. XX, ‘maijoumenojameio’, por aí…

M: Justifique a afirmação.

J: O taxista gosta de pensar sobre as coisas mas não tanto. A Antígona é muito ‘soco no estôgamo’. Pá coitada da gaja caralho. Não se faz. Ela é, a meu ver, das primeiras verdadeiras ‘heroínas’ da Literatura Clássica. Mas o Creonte introduz demasiado conflito e o twist ‘arrebenta’ com tudo.

M: Hei! Cuidado com os spoilers!

J: Já mudei os da minha Volvo há 2 meses, o que há? Então ninguém sabe que a gaja se…

M: Não conte o final! Por favor!

J: Hã? Ah, ok. Dizia eu, botem mais soviéticos que faz sentido. Não para o lado Dostoievsky. Mais para o Gogol, Babel, Pasternak, essa onda. Pá a Antígona é bué da forte. Um taxista que vai a curtir Amália FM e a gramar com turistas precisa de uma cena mais ligeirita.

M: Mas isso são autores pesados, para além de alguns deles seguirem, se quisermos muuuiiito, a mesma linha desafiante da Antígona.

J: É… e eu levo-te ao aeroporto por menos de 30 paus. Olha-me esta Zé Merdas!

M: O que mudaria mais nos exames?

J: Menos ditados de palavrões. Não faz sentido. Menos práticas de sintonização da Amália FM. E eles deviam acabar com aquele livro que agora dão quando a malta se inscreve.

M: Qual é?

J: O 10 Coisas Que os Colegas Odeiam na Über. Já vai para a 4ª edição.

M: Ainda não nos disse o que pensa sobre esse mambo da Über.

J: É um taramtamtam do caralho...

M: O seu clube é o Benfica?

J: Onde é que foi buscar isso?…

(cai o pano; ao fundo é chamado o Barra 123 à Rua da Rosa para arremesso de objectos cortantes a profissionais da Über)

https://www.youtube.com/watch?v=AqjyMKRjPNE

Like what you read? Give Manel Tinoco de Faria a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.