Reflexões, armário cápsula, economia e aprendizados

Em maio de 2015 troquei o interior de Minas Gerais por São Paulo. Cidade nova, emprego novo, ter meu espaço, minhas coisas e começar a fazer minha vida ~sozinha~. Tudo isso trouxe uma grande reflexão sobre todos os meus hábitos, estilo de vida e uma avaliação enorme sobre gastos e consumo.

Desde que me mudei pra São Paulo eu só tenho uma palavra em mente: POUPAR. Sim, poupar para realizar sonhos ‘maiores’.

Fiz uma planilha de gastos e foi onde encontrei um rombo: meu suado dinheirinho no último ano havia ido em grande parte para roupas/calçados. Mas cadê todas essas roupas? Cadê esses sapatos? Cadê?

Estão lá, com pouco uso. Algumas peças e calçados até deixei em MG porque não uso MESMO.

Em 8 meses morando em São Paulo, minhas roupas ficaram em malas durante 6 meses (porque eu não tinha armário). E o armário que comprei é bem pequeno, já que moro em um apartamento de 27m².

Foi aí que comecei a buscar dicas de organização, ~guarda-roupa ideal~ e consumo consciente, até que encontrei matérias sobre um novo conceito de organização chamado Capsule Wardrobe ou Armário Cápsula.

Basicamente se resume em escolher uma quantidade de peças para usar durante um tempo (+/- 3 meses) e, sem comprar nada novo, realizar combinações diferenciadas com essas peças.

Depois de ler muito sobre o assunto (obrigada pelas inspirações Teoria Criativa, Vida Organizada, Hoje vou assim Off e Roupa Livre) tirei um sábado todo para avaliar, organizar, customizar e desapegar.

De longe, esta foi a organização mais difícil que já fiz, mas a que me trouxe mais aprendizado.

Listei em alguns tópicos meus aprendizados e resultados da organização:

Aprendizados:

· Nunca mais vou organizar o que posso descartar
· Com as roupas certas nunca fico com aquela sensação: não tenho roupa para sair (funciona mesmo, gente. Amém!)
· Hoje aproveito melhor tudo o que tenho
· Agora busco peças mais duradouras (lê-se duradouras > escolho melhor os tecidos e avalio o custo x benefício) em brechós, bazares e que realmente sejam úteis para o meu dia a dia de trabalho (porque eu só tinha roupas de fim de semana/balada/fervo/obaoba)
· Descobri muitos sites e pequenas empresas que vendem roupas bacanas, com preço justo e são de designers independentes
· Estou me acostumando a possuir menos e desejar menos coisas também
· Descobri na prática que não preciso mesmo de muito (melhor coisa ♡)

Resultados da organização:

· Desapeguei de 78 peças e fiquei com 59 peças de roupa e 8 pares de sapatos
· As roupas que ficaram serão usadas em outras estações também, vou apenas adicionar uma peça ou outra de acordo com a necessidade e avaliação
· Me senti (ainda me sinto) muito envergonhada por tanto gasto desnecessário e desenfreado, por puro impulso
· As roupas que desapeguei serão doadas para um bazar e algumas para minha irmã (rs).
{O Armário Cápsula é uma jornada de autoconhecimento e é muito mais do que um conceito: ele é um estilo de vida econômico e consciente, que utiliza o princípio de que você deve ter o suficiente e apenas peças que ama muito e que deixam você incrível}

E meu armário, antes tão pequeno, agora sobra espaço: