Resolução para depois do meio do ano

Hoje não é 1º de Janeiro. Contudo, me presenteio com uma resolução. Parar, respirar e me dedicar um pouco àquilo que gosto de fazer. No caso, escrever.

Eu fui daquelas adolescentes que tinha blog e escrevia poesia, que via coisa bonita da janela de casa mesmo quando chovia. Principalmente, quando chovia.

Não era mais do que um passatempo, e então, com o passar dos anos eu acreditei que era uma coisa boba e que deveria ficar para trás.

Eu sofri de ansiedade. Sempre sofri de ansiedade. E naquele tempo difícil de não saber quem se é, escrever era uma coisa boa. Coisa que eu só percebo agora.

A gente não cansa de olhar para trás e resmungar erros. Talvez, hoje seja o dia de olhar para trás e reviver acertos.

Então corre, corre com a escrita na curva linha!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.