Silencie as notificações. Silencie sua mente.

Já notou quanta coisa tem no seu dia tentando conseguir um pouco da sua atenção? Notificações de várias redes sociais, aplicativos de chat como WhatsApp e Messenger, além antigo trio ligações/SMS/e-mail. Mas já parou para observar o quanto isso impacta a sua vida?

Recentemente parece ter aumentado a quantidade de matérias e artigos recomendando silenciar todo esse ruído, explicando como isso te atrapalha em diversos aspectos, desde o quanto nos tornamos incapazes de nos concentrarmos em uma tarefa por um período de tempo até o quanto nos tornamos ausentes mesmo quando estamos conversando pessoalmente com alguém. Passei a prestar atenção nisso em diversas situações cotidianas e vi o quanto isso pode ser desagradável.

Exemplo: se tem uma coisa que me faz desanimar de uma conversa é falar algo e notar que a pessoa está prestando atenção em outra coisa, aí ela para por 1 segundo, olha pra mim e pede pra repetir. Eu desisto na hora.
Infelizmente pude ver que isso vem acontecendo com mais frequência graças ao Facebook, grupos do WhatsApp e outras distrações. Não importa sobre o que você está falando, o Facebook/WhatsApp sempre vai ser mais interessante.

Vendo esse comportamento desagradável e vendo o quanto minha dificuldade de me concentrar em tarefas simples aumentou e quantas vezes me pegava checando o celular sem motivo algum, tomei algumas medidas pra tentar tomar o controle da minha mente de volta:

  • Tirar o papel de parede e imagem de tela de bloqueio do celular. Basicamente tentando tornar o celular menos interessante.
  • Ainda nessa linha, removi os atalhos para os apps que mais poderiam me distrair e excluí os apps menos necessários.
  • Um pouco mais drástico mas libertador foi desativar o meu perfil do Facebook, que eu já não usava muito, e o Twitter, que eu gostava mais.
  • Também passei a silenciar totalmente o celular enquanto estou no trabalho ou me concentrando.

Apesar de estar me adaptando ainda, já consigo notar uma melhora na minha capacidade de concentração e de análise de informações. Passei a notar padrões e ver o quanto as minhas opiniões eram influenciadas pelo excesso de opinião dos outros. Tudo isso de forma muito sutil ainda, mas acredito que os benefícios vão ser notados com o passar do tempo.

Sei que o que funcionou para mim pode não funcionar para todos, mas ainda que a solução possa ser diferente, a observação do próprio comportamento e do comportamento das pessoas com quem convive ainda é a melhor forma de perceber o quanto nós nos entregamos à tecnologia.

A tecnologia é a ferramenta. Nós não.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.