entre nós dois

picos e picos

solene, irreversível

perante as circunstâncias

abro mão dessa persistência

já não consigo me prender

dias que to pra mim

dias que to pra eles

imagino eu, inquieta, e só

determinada, e de repente

trovoa, estremeço

reação contraria ao que eu vinha dando sequencia

delírio

fora do normal

alucinação, revirar-me de ponta cabeça

de cima pra baixo

de baixo pra cima

enxergar esse momento de todos os ângulos

e viver dele

com ele

racionalmente temporal

memorável, e atemporal aos meus olhos

mas o que me distrai

destrói

estico sempre um pouco mais

sem condições

eu fluiria o mundo inteiro

se houvesse o conforto só do meu coração

ser impar…

sendo par

sendo nós

sem ser.

Só sendo

nua

aos teus braços

nesse clima

fora do controle

corajosa

a ponto de sair dos meus eixos

a te encontrar

mas eu volto

eu volto todo dia um pouco mais

volto pra mim

volto pra ti

é uma retorica

interpessoal

sentimental

bem erguida

nos fatos, aventuras, e impossíveis

entre nós dois.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.