27x

nada, ninguém, nenhum de vocês.

meu melhor sim, mas sem retorno.
não preciso nem faço questão.
minha energia nervosa e antecipação
minha boca seca minha garganta sangrando
a rispidez da minha escrita
babaca e mudo
errado sem precisar nem fazer questão
unilateral e mudo
o meu foco cego e minha cabeça em chamas
os filmes que eu assisti e as séries por terminar
o ouro dentro de mim rasgando minhas entranhas
babaca, unilateral e mudo
meu peito apertado e os pedaços que não cabem
o todo e as partes e meu orgulho
o riso nocivo e o que eu acho que é amar
toda essa distância e as boas vindas
dependência e sufocar
a falsidade e o engolir a seco
o vômito preso porque eu não preciso nem faço questão
comentários e degraus de pele morta
gente se atropelando no sinal fechado
cada elogio é mais um motivo
tudo que eu falo é o suficiente
eu finalmente entendi
o que nunca me garantiu porra nenhuma

nada, ninguém, nenhum de vocês.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.