Faixa a Faixa Pré — Animal Sensacional — Aeroplano

E aí galera! Tudo beleza?

Essa semana foi muito linda para a cidade de Bélem e seu meio musical. Muitas novidades saindo, um clipe mais lindo que o outro, um trabalho mais belo que o outro, mas hoje é dia de FAIXA A FAIXA PRÉ! Isso aí! Hoje no Faixa a Faixa apresentamos o Animal Sensacional (e põe sensacional nisso) do Aeroplano. Por apenas ter chego às pessoas que contribuíram para o financiamento coletivo do disco, ainda é com exclusividade que esse faixa a faixa comenta cada detalhe desse discão tão esperado! Então vamos falar um pouco do Aeroplano.

foto: Tita Padilha

Com 12 anos de estrada, dois discos Voyage (2011) e Ditadura da Felicidade (2014), muitos shows em grandes festivais e um leque de fãs fiéis, o Aeroplano presenteia o universo com o Animal Sensacional. Composta por Eric Alvarenga (guitarra e voz), Felipe Dantas (bateria), Bruno Almeida (baixo), Erik Lopes (guitarra) e Diego Fadul (guitarras), a banda lança esse disco com um gosto de vitória, após o sucesso do financiamento coletivo e a quantidade de pessoas que ajudaram no resultado tão especial. Vamos para os detalhes das faixas!

1 — Inverno

Estamos no inverno das almas, não há cobertor. Essa é a frase que marca a primeira faixa do disco. Com as três camadas lindas de guitarra dessa música, o conselho principal é o volume máximo no fone. Extremamente bem gravada, Inverno conta com a presença de backing vocals inteligentemente distribuídos (há quem diga que o Zé Lucas do Sokera foi o responsável hahaha) e a voz do Eric muito bem colocada. Uma das preferidas.

2 — Por Trás da Máscara

Essa faixa tem os riffs preferidos do disco, a bateria de início empolgante e um coro no refrão que lembra os anos 90 (coro feito por Augusto Oliveira, Raony Pinheiro e João Lemos do Molho Negro, Lucas Padilha do Meio Amargo e a cantora Lari Xavier). Mais uma vez, destaque para a voz do Eric. Mesmo com a grande carga que o Aeroplano traz, com as 3 guitarras e os arranjos bem encorpados, nesse disco a voz não se perdeu ou foi ofuscada, nota 10!

3 — Castelo de Cartas

A linha de baixo mais bonita do ano dos discos de Belém. ‘Invejavelmente’ linda (o termo não existe, mas se existisse, se aplicaria aqui). O cotidiano tá muito presente nesse disco, dá aquela sensação de verdade em cada verso. Nessa faixa, a letra deixa bem claro do que fala e da situação que expõe (para descobrir você vai ter que ouvir!). O coro da faixa tem as participações de Andro Baudelaire, Camillo Royale, Ana Clara e Eliezer Andrade.

4 — Grãos

Talvez a faixa preferida do disco. A letra é um conforto, um acalento, aquilo que põe a tua cabeça no lugar de origem. É a música cantada com a mão pra cima no show, aquela que sai do fundo da alma como grito de liberdade. Só ouvindo pra sentir!

5 — Todo o Peso do Mundo

Gente. Essa faixa é um choque! Uma estrofe. UMA ESTROFE! E ela te entrega o recado que trouxe. Destaque pra voz fenomenal da musa Lari Xavier que precisa ser exaltada. Obrigada por isso , Aeroplano.

6 — Cria

Essa é pra tocar o coração da família. Certamente Cria traz a emoção de um filho na vida e os arranjos são feitos para reiterar essa emoção. Arrisco dizer que me lembra um arranjo que o Coldplay faria, mas que bom que foi o Aeroplano (e que bom que foi aqui em Belém!).

7 — Murro em Ponta de Faca

Gente, que letra é essa? Foi um looping infinito para conter a emoção e conseguir escrever sobre ela. Versos geniais, lindos, sinceros e rotineiros, acontece com todo mundo. Murro em Ponta de Faca traz pro disco algo que poucas pessoas admitem, mas sofrem bastante. Boa demais!

8 — Mestres da Humanidade

Fomos nas emoções pessoais e voltamos para essa faixa linda e necessária. Aqui o Aeroplano escracha ao que veio com o Animal Sensacional. A individualidade de tanta gente que trata do todo. Destaque para os backing vocals de Lari Xavier junto e Sammliz.

9 — Angustiados

Aqui eu senti de novo o peso dos anos 90. Riffs mais pesados e ousados, falando de algo atual e injusto (FORA TEMER). A letra fala da angústia de viver essa injustiça toda sem poder se entregar ou desistir. Necessário!

10 — Para Uma Vida Não Fascista

A última faixa fala de amor (aeee Aeroplano). Do respeito, da mudança, do real movimento que as pessoas precisam entender. As três guitarras são inspiradoras nessa faixa, o gosto que elas trazem fecha o disco com chave de ouro e o amor falado nessa música, 100% admirável.

Esse foi o Animal Sensacional!

Destaque para todas as participações do disco que tenho certeza que imprime bem a união que o blog procura pra essa cena linda de Belém. Quanto aos meninos, estão de parabéns pelo super disco que tenho certeza que é um dos grandes presentes pra cena no ano de 2017.

Capa — Animal Sensacional

Dia 09/09 será o show de lançamento desse trabalho, no teatro Cláudio Barradas com uma setlist mesclada com os trabalhos anteriores da banda e uma carga emocional gigante de celebração do Animal Sensacional.

Os ingressos estão à venda nesse link e custam 15$, abertura por conta da Gael Conhece o Mar, uma bandaça que jajá passa pelas pautas desse blog que vos fala.

Clique neste link para baixar e ouvir gratuitamente o Animal Sensacional:

http://aeroplano.mus.br/

foto: Tita Padilha

Até o próximo e vamo pra cima! Up na Cena!

Serviço:

Show Aeroplano — Lançamento Animal Sensacional

09/09 — Teatro Cláudio Barradas — 19h

Abertura: Gael Conhece o Mar

Ingressos 15$

Ficha Técnica Aeroplano — Animal Sensacional

Eric Alvarenga — Voz, Violão, Baixo e Guitarra

Felipe Dantas — Bateria

Bruno Almeida — Baixo

Erik Lopes — Guitarras e Baixo

Diego Fadul — Guitarras e Teclados

Produzido por Diego Fadul

Gravado no Estúdio Ataque de Baleia e Fábrika Stúdio por Diego Fadul e Kléber Chaar

Mixado por Diego Fadul no Estúdio Ataque de Baleia

Masterizado por Lisciel Franco no Estúdio ForestLab

Músicas por Aeroplano

Ilustrações e projeto gráfico por Lucas Pereira

Participações:

Zé Lucas (Sokera)

João Lemos (Molho Negro)

Raony Pinheiro (Molho Negro)

Augusto Oliveira (Molho Negro)

Lucas Padilha (Meio Amargo)

Lari Xavier

Andro Baudelaire (The Baudelaires)

Camillo Royale (Turbo)

Ana Clara

Léo Pratagy

Sammliz

Fabrício Dantas

Eliezer Andrade

Helder Herrera

César Lima

Júnior Dusik