Um novo amor pra chamar de meu

Eu estou apaixonado! Muito!

E é uma novidade pra vocês, apesar de conhecerem meu relacionamento sério (haha). Tô atrasado nesse amor. Mas verdadeiramente devoto.

Tô falando de O Negócio. Que série INCRÍVEL. Que variação da dramaturgia convencional brasileira. É incrível a ousadia do tema na nossa língua, ainda mais considerando a era conservadora que vivemos.

O espaço de atuação dos atores está longe do mais do mesmo que estamos acostumados a ver.

É um produto HBO, que todos podem ver no now (NET) ou no HBO GO. Eu recomendo que vejam e vejam rápido. Porque estou coletando pessoas que falem muito sobre ela. Pra que nunca acabe, pra que existam muitas mais tão ousadas e diferentonas quanto.

São 3 garotas de programa, em algum momento quatro (sem spoiler). Um desenho muito bem feito da high society paulistana e isso, por si só, é suficiente para que qualquer um se divirta. E, no meio de toda a putaria (que tem demais — ainda bem), tem romance nhénhénhé (shipper em twittês) que o brasileiro faz tão bem.

Todas essas tramas, ainda dão aquele gostinho amargo da nossa própria hipocrisia. É impossível não se encantar pelas três meninas, mas em quase todo desfecho de trama pessoal, nos deparamos com a perguntinha mágica: Você aceita a vida delas? Você se relacionaria com uma delas? Como homem? Como amigo? Como amiga? Como Família?

E não para aí. De brinde, vem um rapaz chamado Guilherme Weber e seu Ariel. Um escroto que, de tão complexo, dá vontade de colocar como personagem flutuante. Em todas as novelas, séries e minisséries que vejo na vida.

Colocar o Ariel interagindo ou sendo pontualmente ácido (Calma, Bicha! — Amo Cesar e Ariel interagindo) em todas as histórias da dramaturgia brasileira.

Enfim, declaro: Tô apaixonado! Mas é por ele. Meninas, me perdoem pela infidelidade! Magali é maravilhosamente sexy, Karin é essencial e me apresentou uma Rafaela Mandeli que me deixou fã de uma atriz que era só mais um rostinho bonito da Globo, Luna narrando a trama com a vozinha rouca ❤ oin…

Mas o Ariel… Ah, o Ariel… vida longa ao Ariel. Vida longa ao Negócio que me pegou dum jeito que nunca mais larguei em menos de uma semana matei 3 temporadas!

E vcs? Já viram? Vão ver? Me conta?

Like what you read? Give Rafael Gadben a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.