Redesign é necessário na mentalidade das pessoas que se apegam a esses atos pontuais e extremistas…
Diana Fournier
1

Tá certo. Então já entendi. Sua empatia só serve se ela serve à sua própria linha de pensamento.

Quem afinal representa o feminismo? Pitty (aquela rockeira) representa?

Veja que nem mesmo uma crítica se sabe levar para, quem sabe, melhorar. Só se ouve as vozes de dentro. As contraditórias nunca. É assim que você recebe os feedbacks negativos ao teu trabalho?

Por que então apenas uma em cada 5 mulheres americanas se consideram feministas, embora 85% delas acreditem na igualdade entre os sexos?

Aqui no Reino Unido, onde eu moro, é ainda pior. Apenas 7% das mulheres se consideram feministas. Isso, é claro, de 92% delas acreditarem na igualdade entre os sexos.

Isso porque essas mulheres sabem que feminismo e busca por direitos iguais não significam mais a mesma coisa.

Se o feminismo fosse um e-commerce teria uma bouncing rate para lá de elevada. As mulheres que rejeitam o feminismo não exibem nem um link sublinhado. As que rejeitam exibem um grande Call to Action laranja. Muitas clicam, mas ao chegar lá, a maioria abandona. Redesign, Diana. Redesign. Veja que meu feedback pode acabar ajudando o teu funil de conversão.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.