detenha-me se for capaz

ninguém vai me deter quando eu for
verde e raivoso como o incrível hulk
ou quando eu tiver quatro antenas sensíveis na minha fuça
fazendo contatos alienígenas no espaço

ninguém vai me deter pois eu tenho
ainda cogumelos disponíveis e
preciso salvar a princesa peach
antes do game over

ninguém nunca vai me deter porque
este castelo será meu e o nino já tem
uns 300 anos de cansaço

eu grito que ninguém vai me deter
eu tenho que lutar para não ser engolido
pelo dinossauro gigante que a mamãe vive dizendo que não existe
mas eu sei que ele só saiu pra jantar

serei destemido e valente como os super-heróis 
não vou sair por aí comendo o cérebro das pessoas
como o zumbi daquele conto que eu li na semana passada

ninguém vai me deter porque
eu sou o mais terrível e perverso monstro daquela história
e tenho que sobreviver nesse playground 
até o papai vir me buscar

mas
vendo a vida como eu a vejo agora
eu cresci bem uns 70 centímetros e 
não superei ninguém

detiveram-me na fila do supermercado,
do banco, da escola, dos hospitais

nunca fui detido pelo agente policial
mas também nunca fui destemido em nada

prazer,
eu sou o zumbi que vive 
comendo o cérebro do mundo
feito autossabotagem
e ando lento para descansar
da minha vencibilidade.

-
2010

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.