Pare de planejar o seu futuro

“Todo mundo tem um plano até tomar o primeiro soco na cara”
Mike Tyson

Não é novidade que o mundo sempre esteve em constante mutação.

Porém, no século XXI, tudo muda muito mais rápido e em ritmo exponencial.

Eu trabalho com tecnologia e arte, vejo isso constantemente no meu dia a dia.

O artista mais falado na semana já não vai ser o mais falado na semana que vem.

Se antes a maioria das empresas não conseguiam chegar a 5 anos de existência, hoje talvez não passem de 1 ano.

A super tecnologia disruptiva que está mudando o mundo hoje vai ter que encarar novos concorrentes cedo ou tarde (na verdade, mais cedo do que tarde).

O seu diploma de curso superior, adquirido após 4 ou 5 anos de muita dedicação e esforço, pode não ser mais uma grande vantagem hoje, onde o conhecimento avança dez anos em um.

O conhecimento avança rápido, mas o sistema educacional não.

Em breve, 50% dos empregos vão sumir e a força de trabalho vai ser substituída por inteligência artificial.

Você pode ter o melhor plano para o futuro, pode ter seguido os melhores conselhos e juntado os melhores recursos.

Você pode até conseguir fazer boas previsões de causa e efeito baseadas na experiência que adquiriu na sua área de atuação.

Mas a vida é dinâmica…

Quando você menos espera, ela vem e te dá um direto de esquerda no queixo.

Planos são métricas limitadas.

Você pode planejar baseado em indicadores do passado e expectativas do futuro.

Mas ninguém sabe o que vai acontecer exatamente…

A propósito, você leu a frase do Mike Tyson no inicio do texto, né?

Tyson não era um filósofo ou coisa do tipo, mas ninguém pode negar que em seus dias de glória ele fez o que poucos fizeram.

Sempre fui fã do estilo dele.

Minha família (como muitas outras) faziam verdadeiros eventos em dias de luta.

Se não era jantar, era churrasco…

E tinha que ter comida mesmo, até porque a luta durava segundos.

O cara era foda!

Antes que alguém diga:

  • Sim, ele mordeu a orelha do Evander Holyfield
  • Sim, ele perdeu o foco, teve alguns prejuízos e se meteu em algumas confusões (fora as armações que tramaram contra ele).

Mas é aquilo né: pra quem se considera perfeito, tente mudar o mundo atirando suas pedras e depois me conta como foi a experiência…rsrs…

O Evander Holyfield era muito técnico, e meu pai sempre disse: “O dia que o Mike Tyson trombar um oponente extremamente técnico, ele vai perder”.

Dito e feito.

Mas voltando ao assunto…

Para o telespectador era fácil sentar no sofá e assistir o Tyson nocauteando o oponente em poucos segundos.

Mas no mundo do entretenimento, os resultados são entregues como produtos e poucos conheciam o caminho difícil da preparação dele para as lutas.

Eu pesquisei tudo sobre o processo de preparação dele, mas vou destacar apenas um: ele acordava as 4 horas da manhã para correr.

“Eu corro às 4h porque sei que meu oponente está dormindo. Isso me dá uma vantagem”

Mais direto do que isso, só o direto de esquerda dele.

O segredo está na criação de um hábito.

Eu tirei 3 lições disso:

  1. Antecipação
  2. Método
  3. Respeito ao desafio

Mike Tyson não fazia planos para a luta dele.

Ele se antecipava ao oponente, tinha um método de treino e isso tudo mostrava o quanto ele respeitava o desafio.

Ter um método é interessante porque você não está mudando o que você faz e nem criando limites, você apenas está buscando uma melhor maneira de fazer e executar.

Tyson já conhecia o plano de treino convencional, por isso desenvolveu algo diferente na maneira de treinar.

Ao invés de planejar suas ações, ele se preparava para estar forte independente do que pudesse acontecer.

O seu método era desenvolver os hábitos que poderiam deixá-lo mais forte, mais rápido e mais consciente.

O resto seria consequência.

Ele não tinha controle sobre o futuro, mas controlava o que podia controlar: a disciplina, o foco e a maneira como se preparava para a luta.

Estava preparado para o imprevisível e, de certa forma, isso dava a ele uma certa liberdade para criar.

Precisamos de liberdade para criar pois a vida traz novos desafios a cada momento.

A solução de ontem pode não funcionar hoje.

Não quer dizer que você precise acordar 4 da manhã pra correr.

Para atletas funcionaria, mas talvez seja o contrário no seu caso.

Talvez você precise ficar acordado até as 4 da manhã para finalizar algum detalhe urgente do seu negócio.

A moral da história é:

Você não precisa de um plano, você precisa estar preparado para as oportunidades e desafios que vão surgir.

Tyson sabia que manter o foco no seu método de treino criava mais espaço para que todas as possibilidades e probabilidades futuras estivessem ao seu favor.

Mas mesmo assim, um dia ele caiu.

Alguém estava observando ele e desenvolvendo seu próprio método para derrubá-lo.

Mas isso é normal…é da vida…é do jogo.

Você não está aqui para vencer sempre.

Você está aqui para fazer o melhor que pode fazer e aproveitar as oportunidades da melhor maneira possível.

Tudo está em constante mutação.

Seus melhores planos para o futuro vão se tornar ‘passado’ em poucos anos, meses ou dias.

É a lei da impermanência…

Tudo muda muito rápido e você não tem controle sobre isso.

Você não pode mudar ou controlar futuro, mas pode mudar e controlar a maneira como pensa e age.

Não tenha um plano, tenha um método e desenvolva hábitos.