Divi(di)da

O teste moral da mulher começa muito cedo

Ele tem uma relação muito próxima, quase íntima com a sua sexualidade

A sociedade que vivemos considera normal (e ideal?) que o homem corteje e conquiste uma mulher através de artifícios financeiros

Somos expostas a uma espécie de corrupção velada

Jantares, presentes, até uma simples carona

Pagar a conta sempre tem uma contrapartida implícita

Um confronto ético permeia nossas mentes quase em paralelo com o surgimento da sexualidade,

- nos melhores casos quando este despertar é endógeno e não exógeno -

enquanto a sociedade nos observa, espera por isso, com entusiasmo ou receio

A jovem mulher se sente perdida

Ela precisa de um tempo

Esse mundo não está disposto a nos dar esse tempo

A natureza tampouco

O relógio moral começa a soar

Ele precede a descoberta do que consideramos positivo ou negativo

Ele sugere

Ele faz o favor de mastigar para você e manda engolir

Não há tempo para degustar

Like what you read? Give Nessa a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.