E aí, você cospe ou engole?

Hoje resolvi brincar de revista feminina e propor um teste para as leitoras.

E aí, você cospe ou engole?

1- Quando o gato diz algo que te incomoda/ofende/magoa, o que você faz?

A — Não diz nada, afinal, pode estar imaginando coisa que não existe. Da última vez que falou, ele te disse que que estava exagerando. E ainda pensa que talvez tenha mesmo, não precisava ter reagido daquela forma só porque você sentiu muita raiva e sabia que estava certa, ele vacilou, mesmo não sendo a primeira vez. Mesmo assim, sente que você também. Não sabe bem como ou em quê, mas sente uma culpa. Não pensa em falar, afinal, ele disse que a paciência dele não é infinita. E o mercado de namorado tá difícil, né?

B — Não fala na hora pra não piorar a situação, não quer perder o gato por uma briga que acha boba. Ele não gosta de discutir. Espera um momento calmo. Pode esperar meses. Remoendo, claro, mas fazer o quê?. Ás vezes não se segura e solta uma coisa aqui ou outra ali sobre o assunto, mas espera pra falar, com calma, não importa o quanto eu tenha me irritado. O Homem não gosta de mulher escandalosa, né?

C — Fala na hora o que vêm à cabeça. Ás vezes até se arrepende um pouco, mas quem nunca? Ele tem que saber que não pode fazer aquilo comigo, que me faz mal. Se me ama e me quer bem, tem que ficar sabendo sim que fez merda.

D — Não fala nada. Faz comida com vidro moído e dá pra ele comer e cagar sangue uma semana. Pensa às vezes em jogar água quente no ouvido dele enquanto dorme. Já pegou uma chave de fenda e escrevu “VÁ SE FUDER!” no carro novo dele.

2 — Quando uma amiga/alguém do rolê diz que você está gorda, era mais bonita magra e se estragou, o que faz?

A- Sorri amarelamente, põe a culpa na tireóide e vai chorar quietinha no banheiro pra ninguém ver. Tem poucos espelhos em casa e raramente sai em fotos, já que é comum alguém fazer esse tipo de comentário que te machuca profundamente, mas pensa também que estão te ajudando, a sua saúde, fazendo uma crítica construtiva, né?

B- Não fala na hora pra não estragar o rolê. Espera o melhor momento pra falar. Diz que já está fazendo uma dieta ótima e já já vai voltar àquele corpinho. Jà teve uma vez em que você falou que se sentia feliz assim, que tinha superado a bulimia, e sua amiga riu, dizendo que preferia ser magra a ter dinheiro.

C- Ri e, usando seu cropped com legging porpurinada, se senta e e diz que aquilo não é elogio porra nenhuma. Se estão preocupados com sua ~saúde~, que sejam seu médico. Aliás, diz que se sente mais feliz que nunca e que não pediu a opinião de ninguém sobre seu peso.

D — Joga bebida na cara de quem falou e manda tomar no cu. Pede o prato mais caro do bar e sai sem pagar a sua parte, eles que se fodam. Se for a amiga que falou, diz pra ela que já cansou de pegar o namorado dela e ele tem uma piroca desse tamaninho. E fala alto, pra todo mundo escutar.

3 — Se alguém te critica o tempo todo, parecendo que você nunca fez ou faz nada que preste, você.

A — tenta sempre fazer melhor e melhor. Mesmo que te esgote física e emocionalmente, afinal, precisa provar pra essa pessoa que alguma coisa boa você sabe fazer. Essa pessoa sabe mais que você do que você mesma e pode estar te ajudando a ser uma pessoa melhor. Ou talvez você realmente não saiba fazer nada certo, por isso dá tudo tão errado na sua vida.

B — Tenta refazer, mas já está cansada de tantas críticas, até tenta perguntar como fazer melhor, mas a resposta nunca parece clara. Está errado e pronto. Um dia se cansa e manda tudo à merda mas, por enquanto, faz e refaz. De vez em quando fala que é o máximo que pode fazer, já está estafada, mas não demora a tentar e voltar a fazer melhor.

C — Pergunta na lata: e você, como faria melhor? E questiona, já que a pessoa acha que tudo que você faz é errado, então que diga qual é o certo. E não se importa tanto assim, reflete e sabe que fez o máximo que pôde.

D- Joga, literalmente, tudo na cara da pessoa, o que tiver à mão. Uma vez quebrou uma garrafa de vinho na cara do chefe durante a festa da firma porque ele reclamou que seu relatório, de novo, estava uma merda. E não foi embora da festa, afinal, bebida e comida grátis.

Cheque seu resultado:

Maioria A

  • Garganta profunda: amiga, pare de engolir tanto desaforo. Um dia explode. Ou implode. Tem tanto desaforo guardado aí, que precisa alugar uma casa nova só pra guardar o baú de mágoas. É possível que você tenha que contratar um servidor inteiro do Google para guardar todos os vacilos que você deixa passar. Coloca isso pra fora! E sabe o que é gaslightining? Gordofobia? Violência psicológica? É o que estão fazendo com você.

Maioria B

  • Coloca na boca, mas cospe depois: você fica remoendo meses, até anos pra soltar aquele vacilo que te fizeram. Enquanto isso, vai te corroendo por dentro. Isso tudo por medo de perder o homem da sua vida ou as amizades. Fica a dica: homem é que nem biscoito, vai um e vem dezoito. Se não pode ser honesta com seu parceiro ou se ele te magoa sempre, tá na hora de rever isso aí. Se seus amigos te magoam, te diminuem, não são tão amigos assim, né? O mundo tem bilhões de pessoas, se livre desse mal todo que te cerca e seja feliz

Maioria C

  • Engole porra nenhuma: Não engole nada e cospe na hora. Sabe que não é obrigada a engolir o que te faz mal. Não teme perder amizades falsianes ou macho folgado. Já te disseram que para aprender a viver em sociedade, temos que engolir muitas coisas. Entretanto, isso também serve para palavras que machucam as outras. Se alguém escolheu falar/fazer algo que te machuca, não tem porque arcar com as consequências do que fez. É assim a vida adulta.

Maioria D

  • Não só não engole, como morde e arranca a dentadas: Não engolir o que te faz mal é certo, mas já parou pra pensar que talvez também esteja fazendo mal a si mesma? Como carrega em si um pouco da carga que despejam em você e explode? Numa explosão, há cacos a serem recolhidos. Seus, inclusive.
A maior lição aqui é: o quanto a opinião do outro importa pra você? O quanto suporta que te magoem e machuquem para manter tudo como está? Se importa mais com você ou com os outros? Essas são as reais perguntas que deve se fazer todos os dias.

Gostou do texto? Clique ali no coraçãozinho para compartilhar no Medium e compartilhe nas suas redes sociais. Quer conversar? Chega aí nos balõezinhos e vamos tomar um café. Quer tretar? Tem um botão X ali no canto alto da tela.