Meritocracia e por que a motivação não pode salvar o mundo
Lucas Rodrigues
743

Excelente! Quando me meti a estudar empreendedorismo (sou jornalista, não sei nada sobre ganhar dinheiro), esbarrei em uma montanha de lixo motivacional. Histórias de pessoas que chegaram “lá”, são legais enquanto história, nada mais que isso. História é importante, mas nem arranha a superfície de quem quer construir algo. Larguei toda leitura sobre empreendedorismo em si e mergulhei no mundo sobre técnicas de organização. Gostei do método GTD e tem funcionado pra mim. Aí sim, as coisas começaram a andar. Identifiquei que meu problema era gerenciar meu tempo e meus diversos papeis na vida (ninguém é unidimensional) e que eu não precisava me matar pra conseguir algo. Precisava era, simplesmente, aprender a pegar uma ideia e dividir em etapas, depois organizá-la dentro do meu tempo e projetos. Ainda não cheguei lá (seja lá o que quer que seja), mas aprendi muito mais com isso do que qualquer ferramenta. Por exemplo: quero abrir uma loja virtual. Isso é uma ideia. O que eu preciso? Domínio. Aí crio um domínio. Preciso estudar o mercado. Aí divido em etapas e baixo material de estudo onde agendo horas pra isso. E por aí vai. Motivação é ótimo, meus amigos e família fazem isso muito bem. Gurus que enchem o bolso de dinheiro vendendo sonhos em powerpoint, jamais.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.