Designers: Parem de reclamar dos “sobrinhos”. O problema é você.
Paulo Tenorio Filho
44378

Eu não só me identifico c/ a história: eu me identifico c/ a história em detalhes. Meu primeiro salário foram R$250,00 em uma agência. Era o faz tudo. Fora dalí eu era o sobrinho. “Fazia-site” — layout, programava e arrumava PC. Pra escolas do bairro e varejo. Sempre preguei que esse papo de sobrinho é coisa de sobrinho com diploma. Chega a ser arrogante. O problema é q quem ataca o sobrinho nunca é designer. É só uma forma de repassar a responsabilidade de alguma frustração.