https://www.youtube.com/watch?v=2G9WThFdj0Y

De duas, duas: tenho que cuidar com o saudosismo senil-precoce e arbitrário e POA, você já foi melhor, em vários sentidos. agora só resta o tupete e um bando de gauderio metido a besta fedendo a lustra-móvel. foram-se as noites em que a aventura era não acabar jogada na sarjeta da Independência, abraçada num JP de plástico e, sim sentada nela, vendo o Sol nascer e, claro, não morrer baleada ou esfaqueada. hoje a gente resiste de madrugada, aos porcos que garantem “o sono dos justos”, que trabalharam sua droga de vida inteira pra ter um carro, uma televisão de tela plana e comida importada numa geladeira dessas que saem gelo da porta e se assimilarem cada vez mais a um projeto de vida padrão pre-programado, em troca da representatividade e de suspeita da automação.

toda noite eu sonho com distopias urbanas absurdas, com um não-futuro de tédio e gente cada vez mais distanciada e seguindo uma rotina cristã. e lembro dessas coisas boas do início do início desse novo século.

Like what you read? Give Barçalves Gonbara a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.