Por que ter estilo pode fazer você ganhar mais dinheiro

Ver original em: http://bit.ly/2aaXHDf

Você quer ter um estilo próprio, mas acha que tem outras preocupações mais importantes atualmente?

Pense de novo. Afinal, como já disse Miuccia Prada, uma das estilistas italianas mais importantes do mundo

Muitas mulheres acreditam que se vestir bem e ter um estilo próprio é algo que tem que ser pensado mais para frente, para quando “tiver dinheiro” ou quando a vida estiver melhor. Se for esse o seu caso, continue lendo. Você entenderá isso de uma forma que talvez você nunca tenha escutado antes e sim, pode mudar sua forma de pensar.

Ter estilo próprio não significa usar roupas caras ou passar horas montando looks, como se fosse uma celebridade. Tem a ver com autoconhecimento e autoconfiança. Mas vamos deixar esse papo para outro dia.

A pergunta que você deve fazer é: E se ter estilo, ao invés de ser um gasto, for um investimento?

Esse é o assunto do post e por isso, vou mostrar 3 motivos que mostram ter estilo vai fazer você ficar mais rica!

¹A hora é essa: Mulheres bem-vestidas ganham 20% a mais

A Universidade de Chicago, em um estudo que buscava a relação entre beleza e salário, descobriu que homens e mulheres bonitos ganham 23% a mais que a média da população. “Ah, mas beleza é genética”. Não neste caso, em que avaliaram também a diferença entre beleza e cuidado pessoal. Ainda assim, mulheres bem-cuidadas (não necessariamente bonitas) ganham 20% a mais que mulheres normais e, acredite, quem vai trabalhar malcuidado ganha 18% a menos que a média. Resumindo: quem vai trabalhar de qualquer jeito acaba tendo um salário 38% menor do que as mulheres que vão bem-cuidadas para trabalhar. O link para a pesquisa é este (em inglês).

Neste caso, estar bem-cuidado significa estar bem-vestida, com cabelo arrumado e maquiada. Parece injusto ser assim, mas na verdade isso é algo bem positivo: maquiagem, cosméticos e roupas estão disponíveis para todo mundo, independente da classe social.

Isso tudo tem a ver com ter estilo próprio, já que isso significa vestir-se de acordo com a sua personalidade, com o ambiente, com seu biótipo físico e sua vontade faz com que você se perceba como uma mulher independente, feliz e claro, mais rica. Basta lembrar das vezes em que você se vestiu para uma festa, maquiou-se e se sentiu muito mais poderosa. Essa atmosfera de empoderamento não precisa ser sentida somente em dias especiais, mas todos os dias da sua vida. E isso pode ser conseguido com a descoberta do seu estilo.

E para quem acha que isso não serve para homens, um experimento de um americano comprovou que os gastos que ele fez com roupas retornou quase 6x. Isso quer dizer que a cada um dólar gasto com roupas que o fizessem parecem bem-cuidado gerou 6 dólares de retorno pelo trabalho dele. Vou explicar isso melhor mais abaixo. Mulheres tem como ferramentas maquiagem e estilo. Homens tem ternos bem-cortados.

¹ De fora para dentro: O corpo tem poder sobre a mente

Momento científico agora: Sabia que podemos influenciar quem somos através do corpo (no caso, através da forma que nos vestimos)?

93% do que comunicamos não é o que falamos e sim o que demonstramos: é a linguagem não-verbal. O que isso tem a ver com estilo? Tudo! Se você de alguma forma acredita que:

- não consegue ter estilo porque tem que ter dinheiro ou

- porque você ainda tem que aprender outras coisas para pode ter estilo ou então

- só quando puder contratar uma personal stylist, a dica é:

Finja até que se torne real.

Essa dica não é minha, mas de Amy Cuddy, uma psicóloga norte-americana. Ela tem provas de que:

Nesta palestra do TED, ela explica o seu ponto de vista e dá provas, inclusive com duas histórias pessoais, de que se você fingir através do seu corpo (através de gestos) que é um pessoa poderosa, você se torna poderosa. E isso vale não só para gestos, mas sim também para o que você veste. Foi exatamente o que eu fiz há alguns anos atrás.

Durante um período da minha vida, eu estava arrasada, com a minha autoestima muito baixa. Eu olhava para mim no espelho e me sentia um caco. Mas eu fingi todos os dias que eu estava bem. Vestia as melhores roupas que eu tinha, só saía de casa maquiada, de salto. Os meus amigos sempre me elogiavam, achavam que eu estava bem. E eu fingi tanto que aquilo se tornou real. Eu passei a me sentir bem por dentro e por fora e tudo o que sentia de ruim extinguiu-se. O mesmo aconteceu quando eu achava que não me vestia bem, que tudo o que eu vestia não ficava bem em mim. Mais uma vez, eu procurava não me abalar por esse pensamento e me vestia como se achasse o oposto disso. O resultado foi o mesmo: elogios e a extinção do pensamento negativo que me assolava.

Por isso, se você acha que não tem estilo: Finja até que se torne real. Como diria Amy Cuddy, pequenos ajustes levam a grandes mudanças. Ter estilo é um pequeno ajuste que leva a toda uma mudança de vida, desde ganhar mais até se sentir mais completa, mais realizada.

¹ Ver para Crer: Porque todos acreditamos no que vemos

Como eu disse no tópico anterior, 93% da comunicação é não-verbal. Além dos 7% que é falado durante uma conversa, muito do que nós somos ou queremos deixamos transparecer através dos gestos, da postura, do que vestimos. Faz parte da natureza humana, aliás, não só humana, como também animal. Basta observar o comportamento dos macacos, cachorros e gatos. Conosco, não teria como ser diferente, acabamos julgando uns aos outros pela nossa aparência ou pelo jeito que nos comportamos.

Ter um estilo também faz toda a diferença exatamente por isso. Temos que mostrar o nosso melhor, nossa personalidade, nossos desejos…Ter estilo não é se vestir igual às celebridades, ao que está na última moda, vestir só o que é caro. Ter estilo é ser autêntica, é criar uma marca pessoal que revela tudo isso que falei anteriormente de uma forma bonita, pessoal. É fazer com que os outros olhem para você e saibam o que esperar de você, inclusive profissionalmente. Quer subir na carreira? Adote o estilo elegante. Quer parecer mais poderosa? Experimente o estilo sensual ou o dramático. Você perceberá que, na verdade, não é o estilo que você quer adotar, é que a sua vida mudou e pede um certo estilo de se vestir.

Por falar em marca pessoal, esse é o mote do Vestindo Inspiração. Como brand stylist, eu trabalho com criação de marcas, tanto pessoais quanto empresariais e acredite, nada fará melhor à você do que se vestir bem, de acordo com quem você é. Nos próximos posts eu vou falar mais sobre este assunto e qual a importância dele para nossas vidas, mas você já pode começar lendo os posts antigos que estão no blog, incluindo esse.

Por enquanto, gostaria que você conhecesse Neil Patel. Neil é um empresário norte-americano já bem conhecido no mercado do marketing digital. Em 2014, ele começou a reparar que quanto melhor ele se vestia, melhores eram os contratos que ele fechava. Curioso, ele resolveu fazer um experimento.

Evolução de estilo de Neil Patel

Neil Patel gastou exatos $162.301,42 dólares em roupas. Um valor bem alto, não é? Quase um desperdício…Não! Não se ele ganhasse a mais, certo? Pois ele ganhou exatamente $ 692.500 dólares a mais só pelo que ele vestia! Ele não melhorou seus serviços, não entregou nada a mais, não alterou absolutamente nada, apenas o que ele vestia. A percepção das pessoas sobre ele mudou, mas o profissionalismo do Neil sempre esteve lá.

O mesmo aconteceu com um amigo dele, chamado Mike Kamo. Em um ano, Mike gastou $10.000 dólares em roupas e o retorno foi quase incalculável, já que Mike, que era apenas um vendedor de carros usados, passou a ser chamado para palestras e gerenciamento de equipes de vendas, passando a faturar mais de 6 dígitos por mês! Eles detalharam toda a experiência aqui.

Obrigada por dedicar seu tempo à leitura do artigo. Se você gostou, então dê um clique nesse coração logo abaixo do texto. Significaria muito para mim e você ainda estará ajudando outras pessoas a terem acesso a esse material.

E se você quer começar, um excelente ponto de partida é o Guia de Estilo “A Certeza da Roupa Certa”, com aulas em forma de um caderno com exercícios. Você ganha gratuitamente ao se inscrever no site

Originalmente publicado em: Vestindo Inspiração em 26/07/2016