Porque sim.

Por que viajar?

Por que conhecer o mundo fora de uma tela de televisão, computador ou de cinema?

Por que conhecer culturas diferentes?

Por que conhecer pessoas novas?

Por que ter curiosidade sobre coisas, pessoas e lugares totalmente diferentes do que estamos habituados?

A resposta é simples:

Porque sim.

Nova York, 2011

Não é preciso ter um motivo esclarecedor para as pessoas que duvidam de suas paixões, mesmo eu achando que existem milhares de motivos para cada uma das perguntas acima, mas para aquele que duvida muitas vezes é difícil tornar as dúvidas em respostas.

Uma vez nos Estados Unidos em uma aula de finanças minha professora questionou aos alunos americanos se eles tinham vontade de viajar para outros lugares do mundo. A maioria disse que não. Um colega chegou ao cúmulo de responder: “Nós moramos no melhor lugar do mundo, por que conhecer outros países?”

Fiquei quieta na época. Incrédula, mas quieta. Conforme os anos foram passando eu fui descobrindo os motivos de cada nova viagem, de cada nova vontade.

Viajar dar um friozinho gostoso na barriga.

Viajar é não saber o que te espera.

Viajar te dá oportunidades.

Viajar é a melhor forma de aprendizado.

Viajar é descobrir o novo.

Viajar é autoconhecimento.

Viajar é abrir a cabeça.

Viajar é desapego.

Viajar é sonhar.

Viajar é a realização de um sonho.

Viajar é pensar que somos um grão de areia no mundo.

Viajar é muitas vezes ver como o mundo é pequeno.

Viajar é bom.

Viajar é maravilhoso.

Meu conselho é simples, viaje. E depois, se ainda não entender, me pergunte o motivo de viajar.