A triste inexistência de processos de UX nas agências digitais
Designlc.Me
1677

Sabe o que escuto com frequência quando falo em pesquisa com usuários, teste, seguir etapas etc?

“O ótimo é inimigo do bom.”

O problema é que, ao longo de anos trabalhando com design, vi que a maioria das entregas acabam sendo feitas piores que o “bom” ou as pessoas se contentando com menos que o “bom”.

“O pseudo-bom é um amigo próximo do ruim.” — por mim mesmo.

Vamos continuar divulgando pensamentos, métodos e afins para que, quem sabe um dia, seja padrão projetar centrado no usuário.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.