A triste inexistência de processos de UX nas agências digitais
Designlc.Me
1737

Sabe o que escuto com frequência quando falo em pesquisa com usuários, teste, seguir etapas etc?

“O ótimo é inimigo do bom.”

O problema é que, ao longo de anos trabalhando com design, vi que a maioria das entregas acabam sendo feitas piores que o “bom” ou as pessoas se contentando com menos que o “bom”.

“O pseudo-bom é um amigo próximo do ruim.” — por mim mesmo.

Vamos continuar divulgando pensamentos, métodos e afins para que, quem sabe um dia, seja padrão projetar centrado no usuário.

Like what you read? Give Vicente Sarmento a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.