Acreditando na Missão de Cuidar do Mundo

Sou Victor Baldino, estudante de Relações Internacionais na PUC-SP no último semestre e construindo minha carreira profissional e isso é apenas uma pequena parte de mim e de quem sou.

Me orgulho muito da pessoa que me tornei nos últimos anos e dos ideais que passei a acreditar ao longo da minha jornada, tanto profissional como pessoal, e acredito que tenho muito a evoluir ainda. Quando reflito sobre as experiências das quais superei na vida, como assumir a minha sexualidade para familiares e amigos, até aceitar ser quem sou, me sinto fortalecido e com mais ânimo de seguir transformando “muros em pontes”, frase que passou a ficar muito presente na minha vida. Dessa maneira, poder ajudar outras pessoas em suas jornadas é algo que acredito que venho fazendo tanto de forma direta como indireta, sendo um exemplo de maneira indireta, a minha dedicação momentânea ao meu trabalho de conclusão de curso (TCC) da faculdade, o qual tenho muito orgulho de trabalhar com a temática da teoria Queer, pinkwashing e homonacionalismo.

Acredito que essa experiência de superação e aceitação foi algo que me fortaleceu e causou uma grande transformação na minha vida, já que para a sociedade em si acaba sendo um grande impacto e enfrentar essa transformação foi um processo que acabou levando um tempo para lidar.

Quanto a forma que eu sou conhecido por meus amigos e familiares, acredito que o destaque principal seja tanto por ser muito comunicativo quanto conhecer diversos lugares. A parte de ser comunicativo acredito ser dada por conhecer e encontrar muitas pessoas por onde passo, uns dizendo até que eu sou muito bom com networking, já que por conhecer diversas pessoas, tenho um conhecimento amplo de pessoas que trabalham e convivem em diferentes ambientes. Já a parte de conhecer diversos lugares, acredito que seja dada por um hobby que é o de descobrir a cidade e diferentes lugares, além de ser muito bom com localizações, por mais que seja um lugar novo, consigo me adaptar rapidamente.

Um outro ponto que também destacam é a persistência naquilo que acredito e por realizar as coisas de maneira a me dedicar a elas, algo que todo ano nas minhas mensagens de feliz aniversário, acabam pautando ao me parabenizar, inclusive o meu orientador do TCC.

Os meus principais interesses, como hobbies, eu destacaria — além de passear pela cidade e descobrir novos lugares — entrar em contato e conhecer mais sobre diferentes culturas, viagens (principalmente para lugares considerados por outros “exóticos”) e o gosto pela culinária, pois sempre aproveito para inventar algo na cozinha ou copiar algum prato de outro país. O que eu “perco” mais tempo pesquisando, portanto, seriam sobre essas temáticas. Gosto muito também de pensar sobre o futuro, sendo algo que me motiva muito a alcançar meus objetivos, tanto na área profissional como na área acadêmica, como mestrados, doutorado, entre outras possibilidades de aprendizado.

Ainda na área de aprendizado, que de certo modo considero como um hobby, gosto bastante de aprender novos idiomas, foi desse modo que estudei o inglês, o espanhol, um pouco do francês e do alemão, ainda com planos de continuar expandindo o meu conhecimento para outros idiomas.

Agora caminhando para um foco que acredito ser muito importante neste texto, escolhi participar do trainee J&J principalmente pelo modo como a empresa trata os funcionários e os consumidores, além de seguir os valores defendidos, aos quais acompanhei e pude notar que estão muito presentes no dia a dia. Acredito que o desenvolvimento é dado tanto pelo aprendizado na empresa, como também pelo bem-estar de quem faz acontecer. O que me inspira muito quando penso em trabalhar na Johnson & Johnson é difícil de resumir, mas acredito que pode ser bem descrito pela frase “A Johnson & Johnson tem a missão de cuidar do mundo, uma pessoa de cada vez”.

A responsabilidade social e o respeito a diversidade, como a J&J pratica, é algo que prezo muito quando estou dedicando minha vida profissional para construir algo.

E quanto a me ver velhinho, gostaria de ser lembrado por todas as ações que tive ao longo da minha vida, como aquele que sempre acreditou nos sonhos e buscou neles se fortalecer para vencer barreiras e dificuldades, mas acima de tudo, aquele que sempre buscou ajudar a sociedade de alguma forma.