"Apesar de você…"

Ele está feliz. E você também. Vocês estão felizes separados, inclusive a vida de ambos só melhorou depois que ele pôs um ponto final em tudo. Você não pode negar. E não nega. Sabe que não o ama mais. Sabe que passou. Mas quando você vê foto do bendito parece que o mundo acaba de novo. Só pra amanhecer no outro dia.

Eu sei como você se sente. Qualquer pessoa que passou por um término que não esperava sabe como você se sente. Quando você acha que superou, você não superou. Sinto informar, mas essa é a verdade. Enquanto você ainda pensar nisso você não superou. Você supera no momento que não pensar mais. Mas tudo bem não ter superado. Tudo bem tremer quando viu a foto dele com outra pessoa. Você é uma pessoa normal. Eu também senti tudo o que você sentiu (ou sente).

Ele tá lá de sorrisos e amores com outra pessoa. Vivendo as coisas que você gostaria de viver com ele, com outra. Você se sente traída, mesmo sabendo que não tem motivo para se sentir assim, afinal ele acabou com você. Eles nem se conheciam. Isso tudo faz parte. Depois do luto do fim do relacionamento vem essa estranha fase de aceitar que quem fazia parte da sua vida já não faz mais. Talvez, esse alguém faça parte da vida de outra pessoa. E talvez eles sejam mais felizes do que vocês jamais foram. Vai doer. Mas também vai passar.

Meu ex namorado está com outra pessoa. Vou ser bem honesta com vocês assim como sempre fui. Não foi fácil vê-lo com outra pessoa. Chorei horrores, deletei as redes sociais na esperança de nunca mais encontrar foto dos dois sendo felizes, e me enchi de brigadeiro até dizer chega. Dormi. Acordei e mais uma vez o mundo continuava ali. O sol surgiu, o alarme tocou e a vida seguiu. Apesar de tudo, lá no fundo, fiquei feliz em saber que ele estava feliz. Depois de superar o fato de que ele já me esqueceu (óbvio).

Eu estou feliz por ele. E por ela. Mas, ao mesmo tempo, ainda dói. E não tem problema. Não tem problema algum doer. Não tem problema algum você chorar depois de meses, anos. Não tem nada de errado em sentir. Isso é normal. Mas é importante não deixar essa dor ficar muito tempo. Chora tudo o que tem pra chorar, xinga ele mentalmente, chora mais um pouco, come brigadeiro, e chora mais um tico. Dorme. Acorda.

A vida segue. E tem que ser vivida. Como diz Chico Buarque "apesar de você amanhã há de ser outro dia".

Like what you read? Give Victoria Escobar a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.