Um poema machista, egoísta, curto e sincero

Gosto mais de mulher do que preciso respirar

Mas não pense que um dia

entrarei numa academia

e erguerei pesos

Para impressionar

mulheres mais vazias que o meu cinzeiro novo

Enquanto minhas punhetas matinais

forem mais inteligentes que a maior parte

das que me desprezam pela minha vida e aparência

boêmia

Estarei feliz em não ama-las ou fode-las

por uma noite ou por uma vida inteira