Dicas de ouro para vender joias e bijuterias online

As vendas online de joias e bijuterias cresceram muito nos últimos anos. É um mercado em franca expansão, turbinado pela vaidade da mulher brasileira e pela qualidade das nossas joias e bijuterias. Porém, também é um mercado muito competitivo, então, é preciso saber vender online.

Preço ou Conceito

A pior escolha que você pode fazer é tentar competir apenas na base do preço mais baixo. Deixe isso para as grandes lojas.

Antes de vender um produto, você tem que vender um conceito, seja de glamour, sofisticação, diferenciação ou qualquer outro. Para isso, tanto o visual da loja, quanto os produtos vendidos, devem estar em sintonia com o conceito pretendido. Atice os desejos e vaidades do seu público alvo mostrando exatamente o que ele quer ver, da forma que ele gosta de ver. Descreva muito bem os seus produtos, coloque fotos maravilhosas e todos os detalhes importantes de cada um deles. É por aí que se consegue vender joias e bijuterias online sem ter o menor preço.

As grandes lojas costumam trabalhar com um grande número de peças, dos mais variados tipos e conceitos. É inviável para elas, definir e trabalhar bem os conceitos por trás das peças. É preciso explorar essa fraqueza das grandes lojas e assim abocanhar um pedaço do mercado.

Para brilhar, é preciso nichar

O setor de joias e bijuterias é bastante diversificado. Vende-se anéis, colares, pulseiras, brincos, etc. Cada item pode ser feito a partir de diversos materiais, como ouro, prata, conchas, penas, pedras, madeira, etc, etc, etc. É muita coisa, então não tente vender de tudo um pouco. Tente ter os melhores produtos e a melhor loja virtual para as necessidades de um determinado nicho de mercado. Metaleiras? Pode ser. Patricinhas? Porque não. Adolescentes? Bom. Senhoras? Bom também. Esportistas, legal.

Dica de ouro: Os Nichos acima são muito genéricos. Os melhores são os mais específicos, geralmente formados pela intersecção de interesses. Exemplos: Mulheres entre 20 e 29 anos que gostam de indie music e de surfar ocasionalmente; Senhoras esposas de ex-metaleiros fãs de motocicletas. Jovens EMOS fãs de animes japoneses.

Se você conseguir satisfazer os desejos e vaidades de ao menos um grupo (nicho) de pessoas, suas chances de dar certo automaticamente multiplicam-se. O Brasil tem mais de 100 milhões de internautas e esse número só cresce. Se você conseguir atender bem os desejos de 0,05% deles, serão 50 mil pessoas. E o melhor, as grandes lojas virtuais não serão páreo para você, pois eles não tem condições de focar “apenas” em 50 ou 100 mil pessoas.

Sua loja, sua joia

A loja virtual deve transmitir a proposta do produto já no primeiro olhar, como se ela própria fosse uma das joias do catálogo. Isso é fundamental para se trabalhar com nichos da forma correta. Cores, conteúdo, estrutura, funcionalidades, tudo de acordo com as características do seu público.

Estamos falando em vender vaidade e, justamente por isso, sua loja virtual precisa ser incrível, pois só assim será possível passar não somente um conceito, como já explicado, mas também confiança. Faça um bom investimento em design e usabilidade, pois é essencial.

Não venda gato por lebre

Garanta que seu cliente vai receber exatamente o que está comprando. Falsificações de marcas famosas existem aos milhares. Se for vender réplicas, deixe isso muito claro para que algum cliente mais distraído não compre gato por lebre, gerando repercussão negativa.

Vídeo vende bem

Crie vídeos sobre os seus produtos, faça reviews, tire as principais dúvidas dos seus consumidores e publique no seu canal no Youtube com seus dados de contato. Depois compartilhe com os seus seguidores nas principais redes sociais as quais você faz parte.

Use e abuse das redes sociais

Estreite o relacionamento com seus clientes. Faça um planejamento de conteúdo e aborde um assunto diferente a cada dia, mas que tenha relação com aquilo que o seu público procura. Exemplo: resposta a dúvidas, dicas de estilo, tendências do mercado, curiosidades, etc.

Uma das redes sociais que dão mais resultados é o Instagram. Tem tudo a ver com jóias e bijuterias, pois os resultados são melhores quando os produtos tem um bom apelo visual. Por meio dessa rede social, você pode compartilhar fotos e vídeos das suas peças, promoções, lançamentos, entre outras coisas importantes para aumentar suas vendas.

Se você tem uma página no Facebook, crie um formulário para que o seu público se inscreva e receba novidades por e-mail.

Por Vinicius Castro — CIO SWX Virtuaria