Como aprender francês

Criei um grupo recentemente no whatsapp para alunos da escola tomista estudarem francês. Se você não está no grupo, talvez até entenda as dicas que vou passar aqui, mas você realmente não é o público-alvo desse texto, mas sim as pessoas desse grupo.

A engrenagem do grupo seria alguns alunos postarem um comentário ou um resumo das aulas do professor Nougué toda a semana. Seria a chance de praticar um pouco a redação e de ler algum conteúdo em francês.

Posteriormente decidi também postar todo dia a liturgia diária em francês, assim garantiria que sempre houvesse algum conteúdo por dia. Recomendo que baixem o app iBreviary, ou acompanhem o site http://www.ibreviary.com/m2/breviario.php?lang=pt

Todo dia eu tentarei postar no grupo a liturgia diária em francês. Será possível ver a sua tradução no próprio app/site ou se poderá ler numa Bíblia.

A língua poderá ser mudada nos outros. No app há o ícone da engrenagem para se acessar as configurações e a tela textos para se escolher o idioma.

Graças ao professor Nougué, um grupo de 10 pessoas passou a mais de 150.

O grupo era bem silencioso, mas agora se tornou bem movimentado. Há vários iniciantes no idioma e vários estão se perguntando “não sei nada de francês, e agora?”.

Antes de mais nada, confie na proposta do grupo. Teoricamente o grupo é voltado sim para quem é mais experiente, mas mesmo quem não souber nada de francês, se ler todo dia um pouco durante um ano e tentar traduzir as palavras desconhecidas, vai chegar num nível legal de francês e vai conseguir ler textos básicos.

Usando o site Reverso

Como já mencionado, a liturgia poderá ser comparada sempre com a tradução portuguesa. Para os outros textos compartilhados ou até para um aprofundamento daqueles, recomendo que usem o site https://dictionnaire.reverso.net/francais-portugais/

É um canivete suíço, há várias opções. Mas o uso é extremamente simples. Basta jogar a palavra na caixa de pesquisa e pronto. Não é nem preciso conjugar o verbo ou passar o substantivo/adjetivo para o singular, basta jogar na caixa e pronto:

No resultado da busca aparece o termo procurado no dicionário monolíngue. Também há resultados do dicionário colaborativo e por fim (e talvez o mais importante) os resultados em contexto. Nada mais é do que a palavra com seu significado numa dada tradução. Tome cuidado que o contexto do site nem sempre usa uma tradução literal palavra a palavra.

Uma das coisas mais interessantes do site é a tradução em contexto. Nela podemos ver as situações em que a palavra é usada, até porque, uma palavra nem sempre tem o mesmo significado.

Uma opção interessante do context é selecionarmos a ocorrência de tradução entre as sugestões dadas pelo site.

Outra opção muito legal, sobretudo para quem está começando, é ouvir a pronúncia dos trechos. Basta passar o mouse sobre uma opção e aparecerá um pequeno auto-falante para ser clicado.

Outra opção muito legal é o conjugador. O francês assim como outras línguas latinas possui inúmeras formas de conjugação. Essa opção pode ser acessada se clicando lá em cima em “conjugaison”. Também pode ser acessada a partir do context clicando na opção logo abaixo do campo de pesquisa “conjuguer cette forme verbale”.

Novamente há a opção de “prononciation” para vermos como o verbo conjugado se pronuncia.

Continua

Ainda não terminei o manual, amanhã continuarei editando, mas creio que já dei uma boa pincelada para ajudar quem está começando. Mostrarei mais algumas ferramentas do site reverso e recomendarei alguns métodos para se começar a estudar francês.