PRECISO DE TEMPO

Preciso de tempo pra respirar ar puro, pra rever os amigos, pra ler um bom livro e compor uma nova canção.

Tempo pra caminhar descalço na areia da praia, ver o pôr do sol e mergulhar fundo nos meus pensamentos.

Preciso de tempo pra reatar com minhas lembranças da infância, pra sentir saudades do tempo que não volta, e, apesar de tudo, ressentir o que foi bom.

Preciso de tempo pra me perder em meus devaneios,
Pra parar de engolir o choro e fingir que está tudo bem,
Tempo pra deixar as lágrimas molharem o meu rosto,
Pra gritar bem alto e banir da alma o silêncio.

Eu preciso de tempo.
MENOS tempo para as coisas, MAIS para as pessoas.

Preciso de tempo pra desvendar meus enigmas, libertar o espírito e desintoxicar a alma. Tempo pra adubar o solo da inspiração, poetizar minhas lágrimas e recobrar minha essência.
 
Preciso de tempo pra reacender a chama e observar quieto a linha do horizonte; pra contemplar um arco-íris e admirar suas cores. Tempo pra apreciar o perfume das flores.
 
Preciso de tempo pra liberar espaço em meu próprio universo, pra polir a criatividade e expandir meus desejos. Tempo pra calar os anseios, repousar a alma e propagar o som que há em mim.
 
Eu preciso de tempo.
MENOS tempo pra fazer, MAIS tempo pra ser.
 
Preciso de tempo pra deixar de ser prisioneiro da vida, pra deixar viver o que vem de dentro. Tempo pra me encontrar e me reaproximar de mim mesmo. Tempo pra abraçar apertado, matar a saudade e reaver meus desígnios.

Preciso de tempo pra respirar e me inspirar. Tempo pra amanhecer e aprender ser dia. Tempo pra mim, pra sentir, pra me sentir gente.

Eu preciso de tempo. Mais tempo pra sonhar os meus sonhos do que planejar como torná-los realidade.

Mas este tempo de que que preciso é tempo que ninguém tem. Na verdade, o tempo é a gente que faz. Então, o que preciso mesmo é saber aproveitar bem o tempo que já tenho do que me esforçar tanto para conseguir ainda mais.

Eu definitivamente, preciso de tempo pra fazer as pazes com o meu papel de ser humano. Tempo pra VIVER e pra deixar de simplesmente EXISTIR.

Like what you read? Give Vinicius Gacci a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.