Image for post
Image for post

UMA DEFINIÇÃO DO GOOGLE PARA O QUE É O MELHOR JORNALISMO

No último dia 12, o vice presidente do Google para Notícias, Richard Gringas, fez um anúncio que vai impactar o mercado jornalístico. O Google privilegiará nas buscas (a alma do negócio dessa plataforma) o que o jornalismo tem de mais precioso : o furo.

No documento “Elevando a reportagem original na busca” , Gringas traduz isso na valorização no gênero mais magistral — o jornalismo investigativo.

Fizemos uma tradução livre desse texto:

Um importante elemento da cobertura que nós queremos promover é a reportagem original , um empreendimento que requer um significativo tempo, esforço e recursos do veículo. Algumas histórias podem também ser ao mesmo tempo criticamente importantes no impacto que elas terão no mundo e na dificuldade de juntar os elementos, exigindo repórteres que se engajem em investigações profundas para escavar fatos e fontes. Estas são as razões porque que queremos apoiar estes esforços da indústria e ajudar as pessoas a terem acesso à reportagem mais competente.

Recentemente, o Google fez mudanças em seus critérios de busca para ajudar aos internautas a chegarem às reportagens que deram início às coberturas e não só aos inúmeros conteúdos que surgiram após o furo . Isso ajudará a aumentar o tráfego dos sites dos veículos que tiveram o esforço e o mérito de publicar as primeiras matérias.

Nestes dias velozes, a reportagem original muitas vezes não fica em destaque por muito tempo. Muitas vezes reportagens investigativas, entrevistas exclusivas ou outros trabalhos são tão relevantes que geram grande repercussão nos outros veículos. Em outros casos, várias histórias cobrem um único factual, que todos publicam praticamente ao mesmo tempo. Isso acaba tornando mais difícil saber quem deu o pontapé inicial.

Ao passo em que o Google normalmente mostra os resultados mais recentes e as versões mais completas da história nos resultados de notícia, a ideia da mudança é tentar identificar de quem é a história original. O objetivo é permitir ao público acessar essa primeira reportagem e as mais recentes sobre o mesmo assunto .

Não há uma definição absoluta do que é a reportagem original, não há um padrão para determinar quão original uma reportagem é . Pode ter um significado diferente para cada redação e veículos conforme a época . O esforço então será tentar entender o ciclo de vida da notícia.

Image for post
Image for post

Como fazer isso tecnicamente?

Para melhorar o algoritmo nesse sentido, o Google conta com cerca de 10 mil pessoas chamadas de “raters” (avaliadores) que dão feedbacks para os resultados das buscas. Eles não alteram o algoritmo, mas ajudam a apontar formas para a busca trazer melhores resultados. Os princípios que esses avaliadores passarão a levar em conta estão descritos no documento search rater guidelines .

A definição de conteúdo de alta qualidade para notícia passou a ser (ítem 5.1) : “reportagem original que traz informações que ainda não haviam sido conhecidas antes do artigo as tê-las revelado. Original, em profundidade e investigativa ,que requer um alto grau de habilidade, tempo e esforço. Frequentemente conteúdo noticioso de alta qualidade inclui uma descrição das fontes primárias e outras reportagens originais referenciadas durante o processo de criação. Conteúdo noticioso de alta qualidade tem que ser preciso e seguir os padrões do jornalismo profissional”.

Também será aconselhado aos avaliadores que levem em conta a reputação dos veículos e jornalistas para valorizar o conteúdo. Fatores como prêmios ou um histórico de credibilidade e de publicação de furos do veículo também será levado em conta.

O objetivo é ajudar o leitor a encontrar notícias que sejam realmente relevantes não importa o tema.

A Folha entrevistou Richard Gringas em 2017

Written by

projeto de Rodrigo Hornhardt / comunicação, jornalismo, tv, cultura etc

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store