Rishikesh, Índia

A fórmula da felicidade?! (segunda parte)

Será que existe algum passo a passo para obter a felicidade? Será que ao seguir o que está escrito em um livro bem elaborado posso chegar ao estado supremo de felicidade? Será que acompanhar aquela celebridade, que me parece feliz, eu consigo aprender o seu segredo? Será que existe um curso para aprender a ser feliz? Como ser feliz com algumas coisas ruins também acontecendo?

Na nossa vida, procuramos vigorosamente a felicidade. Compramos objetos na busca de nos trazer a felicidade, entramos e saímos de relacionamentos na busca disso nos fazer felizes, viajamos por um tempo procurando uma experiência que nos faça felizes, mudamos comportamentos e características procurando um novo caminho mais fácil para a felicidade…

Ao longo dessa experiência, mais cedo ou mais tarde, percebemos que nada disso traz uma "felicidade" duradoura, apenas uma sensação de satisfação momentânea com o que adquirimos, nos tornamos, com quem estamos e que experimentamos.

Se é sempre assim, então será que a felicidade não se trata apenas de uma emoção e que é algo apenas temporal?

Serei feliz apenas se algo acontecer antes disso e por um determinado período de tempo?

Se esse tipo de "felicidade" condicional-emocional-temporal é satisfatória para nós, então está tudo bem. Não há necessariamente algo de errado nisso.

se esse tipo de felicidade, esse jogo de ser e ter mais, é insuficiente na nossa vida, então é hora de quebrar esse nosso conceito moldado de felicidade.

Quebrar o conceito não é sair em uma peregrinação para descobrir outro: uma fábula, um mestre, uma experiência, uma religião… Isso pode levar a substituir um conceito limitante por outro.

Será que quem fala, escreve ou prega me parece feliz?

Lembre-se, sair a procura de algo externo também é fugir em busca de algo externo. A mesma distância de casa está um fugitivo ou um buscador. É em casa, dentro dele, que as respostas são encontradas.

Você é livre! Podemos prosseguir em uma busca, mas em um momento futuro nós - provavelmente - vamos reler um texto desse de novo, seja em formato de vídeo, uma palestra, um livro, um post, uma imagem ou uma frase. E estará tudo bem, será só mais uma lembrança de onde é a sua casa.

Vamos encurtar esse caminho?

Felicidade não deve ser apenas uma sensação.

Felicidade não deve ser apenas uma experiência.

Felicidade não deve ser apenas um conceito.

Felicidade não deve estar fora de você, mas sim dentro. Ela não deve ser nada que você deva encontrar, nada longe, nada distante de você, de quem você é. Felicidade não pode ser um doce, que você ganha de um Pai por bom comportamento. Felicidade não deve ser um esforço, não deve ser uma musculação ou aeróbica.

Felicidade deve ser uma parte sua, um sinônimo de quem você é, algo que você já é — mesmo muitas vezes não percebendo isso.

Felicidade não deve ser momentânea. Ela deve estar presente o tempo todo como o ar que você respira nesse momento. Ela deve ser imutável.

Perceba ela em você nesse momento.

Entenda que estar alegre ou triste é uma emoção variável e relativa muitas vezes ao ambiente que estamos. A felicidade é permeável sobre tudo isso. Ela está sempre aí.

Felicidade está naquilo que não se procura, que não está distante, que não está fora e que não muda. Não é emoção, não é pensamento, não é experiência. Não é alegria e nem é tristeza, não é um estado de espírito. É o próprio.

Descubra que tu és felicidade, tu és contentamento.


Uma boa trilha sonora para momento assim
"A verdadeira felicidade não tem causa, ela surge da própria natureza do 
próprio ser. Nós buscamos felicidade só quando estamos adormecidos para a 
nossa verdadeira natureza — sonhando que a iluminação está lá, em outro lugar. Mas todos nós já somos o que estamos procurando. Budas procurando ser Budas. Ha! Que ridículo." Adyashanti

Esse texto não pensa em se esgotar sobre o tema. Na continuação dele abordaremos mais filosofias de felicidade.

Leia o primeiro texto dessa série.

Desejo que você seja feliz. Que você possa estar seguro e protegido de qualquer mal. Que você seja forte e saudável. Que você viva com tranquilidade. Om.

Virgilio


Pensou em alguém quando leu o texto?

Convide outras pessoas a lerem.
Conheça as minhas outras publicações.

Obrigado pela visita!

Like what you read? Give Virgilio Magalde a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.