Às vezes, quando eu estou sozinha e triste, penso que em outra vida a gente teria dado certo. Penso que, em algum desses universos paralelos que existem graças as decisões que a gente tomou ou deixou de tomar, eu estou dormindo abraçada com você. Estamos juntos, agarrados, respirando em conjunto como se tivéssemos passado a vida ensaiando pra esse momento. Se mexendo devagar pra não acordar o outro. Talvez, em outra vida nós não tivéssemos nos magoado tanto e o mundo não estaria em chamas. Ainda acordaríamos juntos com um sorriso bobo na cara. Ainda seriamos sinceros um com o outro. Em outra vida, eu não choraria quando lembrasse de você porque ainda estaria segurando a sua mão. Você não me afastaria sem falar uma palavra. Você não teria ido embora sem dar notícias. Quando meu coração aperta, penso como seria bom viver essa vida, mesmo que eu não fosse mais a mesma. Mas será que ainda teria me apaixonado por você? Em quantos universos a gente conseguiu dar certo? Tenho medo de descobrir que nossa história não existiu em mais nenhum.