Que texto forte! Ao ler lembrei do texto “A Epistemologia do armário” de Sedgwick.
Tayná Egas
21

Oi Tayná! Esse não conhecia. Vou procurá-lo.

Obrigado!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.