02-mar-2018 / 13:40

olha essa bermuda, não é caqui nem cargo, é terracota, justinha, slim, comprei na riachuelo, aquela loja que o dono é homofóbico e se pudesse me matar passaria seu landrover blindado sobre esse corpo esquálido sem dó, ah, mas a bermuda não é linda?, combina com minha camisa de florzinha miúda que comprei numa liquidação na zara, aquela que o dono é um dos caras mais ricos do mundo e usa mão de obra escrava, ah!, mas é linda, não resisti, saiu por um terço do preço, amei!, vou causar no carnaval, não pensei duas vezes, entrei no site do ali express e comprei essas pulseirinhas de couro, lindas!, com motivo prateado, no site dizia que é de prata, foi muito barato, compõe com meu relógio da tommy que comprei num outlet em miami, conhece miami, não?!?, todo mundo deveria ter o direito de ir a miami, por isso que eu votei no dória, até que enfim um prefeito que pensa em nós, me sinto tão próximo a ele, quase um amigo, sabe?, queira tanto tê-lo visto no carnaval apoiando os blocos, se misturando conosco, ah, mas ele deve ter tido os motivos dele para não estar aqui, né?, carnaval é tudo de bom, a gente beija na boca, a polícia só olha, é nossa festa!, amo carnaval, pena que acaba, daí vem a quarta, a quinta, a sexta, no sábado recomeça, vamo pra rua!, a rua é nóis!, ninguém me segura, ai, gente, mal chegou a segunda e meu chefe já voltou me olhando torto, eu sei que ele não gosta das minhas tattoos, e também porque fui deixando glitter por onde passava, bem feito pra ele, vem mexer comigo, vem?, minha mãe já deu uma enquadrada nele, vai se fuder, né?, porra, me aceita!, sou gente como todo mundo, nesse dia minha mãe ficou muito puta comigo também, disse que ia tirar meu iphone, que eu só dava problema, no fundo eu sei que ela tem vergonha de mim e só pediu emprego pra mim na firma do irmão dela porque ela sabe que eu mando muito bem no photoshop, to me dando bem lá, mas meu chefe, com o apoio do meu tio quer que eu trabalhe o dia todo, eu não aguento, na semana antes do carnaval meu tio veio conversar comigo porque eu saí com a bruna e passamos a tarde toda, ela falando do fim do namoro dela, o cara meteu chifre nela, coitada, ninguém devia passar por isso, pra mim, quando entro numa relação é pra ser fiel, eu e ele, se bem que com o felipe ele me deixou porque não consegui mentir, conheci um gato numa balada do lado do cemitério, não dormi em casa, não respondi os whats dele, coloquei o celular no modo avião, falei que tinha acabado a bateria, ele se foi, o felipe é assim, quando acaba, acaba, não olha pra trás, a vida segue, com vento, sol ou chuva, a bruna tá sofrendo, falei pra ela deixar isso pra lá, pra entrar no tinder, um amor cura outro, a fila anda, ela fala que é romântica, que não vai esquecer o boy tão cedo, que vai ficar reclusa, meditar, tomar banho de cachoeira, beber menos, meu tio ficou puto porque voltei só pra pegar minhas coisas e ir pra facu, lá é meu lugar, o jó, a ju, o dani, o amaro, amaro, um dia perguntei pra ele porque desse nome, parece nome de velho, ele disse que era o nome do avô, meu lugar é ali, posso ser eu mesmo, queria que o mundo fosse mais igual, sabe?, tenho andado meio tenso, meu carro quebrou, de novo, meu pai disse que não ia mais consertar porque consertar roda pela terceira vez fica perigoso, ela pode quebrar, ele podia ser mais compreensivo, não fico chapado porque quero, acontece, uma vez falei que ia dormir na casa do dani, ele me deu um esporro, disse para eu voltar pra casa, pra não ficar de putaria, um dia eu o vi ali na alameda santos saindo de mãos dadas com uma mulher que tinha uns peitos enormes e estava num vestido branco divino, eu voltei, dormi no volante, subi na calçada, por pouco não bati no poste, a segunda vez nem era eu quem estava dirigindo, eu estava apagado no banco de trás quando senti uma porrada e só via o andré gargalhando no volante, meu hb20 tá lá na garagem, do lado daquele fusca que ele nunca termina de restaurar, deve ser legal dar um rolé naquele fusca, depois desse dia tenho vindo de busão pra facu, pelo menos agora inauguraram a estação de metrô, achei esquisito o pessoal comemorando a estação e o jornal dizendo que depois de treze anos de atraso a população iria se beneficiar de mais um feito do governo estadual, mas ainda preciso descer na última estação, as outras duas que me deixariam bem perto da minha casa sei lá quando vai inaugurar, daí minha mãe me enche o saco por causa do meu iphone, disse que não vai me dar outro, eu sei que ela dá, da outra vez que fui roubado, ela me deu um samsung, eu odiei, comecei a ficar impaciente, ansioso, falei isso pra minha psicologa, eu não sei o que ela disse pra minha mãe, mas ganhei um oito novinho. não entendo muito bem meu pai, diz que teve um golpe no país, que esse país é injusto, que não temos futuro, já vi ele conversando com outros amigos dizendo que o melhor é ir embora, que ninguém faz nada pra mudar isso, que as oligarquias, o capitalismo, os liberais vão acabar com o país e quando ele fica muito puto vai lá pra churrasqueira, acende seu cohiba, toma um single malt ou um vsop, põe john coltrane pra tocar e chora. o coltrane é bom.