Aqueles olhos…

Hoje eu te disse que toda vez que tínhamos uma briga feia, você me olhava nos olhos e levava tudo para longe. E é exatamente assim, será que eu estou enfeitiçada ou você é o feitiço? Que com seus encantos leva qualquer um a hipnose, e consegue qualquer coisa com esses olhos.

Desde o primeiro dia que os vi, sabia que eram tão profundos, que se olhasse bem atentamente, você iria se afogar, se apaixonar, e se render. E não adianta correr, eu falo sério, é para valer. Porque essa mulher não é desse mundo, aqueles olhos não são comuns, como pode me fazer dizer sim, mesmo eu pensando no não? Como pode me fazer voar, mesmo com os pés no chão? Como pode me fazer amar? Se já estou complemente inundada, nessa enchente que você me causou, derrubou todas as minhas estruturas e me deixou nadando no seu olhar, não adianta correr para fora, deixar para lá, essa mina me roubou, me guardou, e me faz flutuar.

Esses olhos são tão lindos, mas não é nem pela cor, sei que a única coisa que podem fazer é me olhar, admirar, e me fazer navegar. Porque teu olhar é uma onda, Ainda bem que eu sei nadar.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.