amarelo é cor de rio (u)

quando eu escrevia sobre o rio

eu chorava

aliás, meus olhos

aguavam as flores que eu via

brotando das palavras

de uma poesia sem rima.

ai eu sentia a poesia

ouvia o toque da água nas pétalas das flores

e cheirava a poesia

com essa métrica oculta,

falha,

mas real.

quando eu escrevia sobre o rio

ele corria dentro de mim

me adoçando as palavras

e regando as flores amarelas que eu via

que jardim bonito é esse que está na correnteza desse rio

que jardim florido de águas.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.