“Você acha que vai dar certo?” te perguntei enquanto você estava deitado em meu colo e nós conversávamos sobre o nosso futuro juntos. “Se depender de mim, vai sim. Você acha que vai?” tu me respondeu e eu senti toda a responsabilidade cair sobre mim.

Não sei. Não. Na verdade eu não acho que vá dar certo. Porque eu sou extremamente complicada, grossa, chata, mimada. E sim, eu te admito tudo isso porque é assim que eu sou. Então, não. Eu não acho que você, essa pessoa tão de boa com a vida, vá me suportar por muito tempo. Mas, de uma coisa você pode ter certeza. Eu quero que dê certo. Eu quero muito que dê certo, amor. E quem sabe de tanto querer e fazer, vai que dá certo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.