Deus em nosso trabalho — Provérbios 331

Provérbios 28:4-5,7,9–10 — Os que abandonam a lei elogiam os ímpios, mas os que obedecem à lei lutam contra eles. Os homens maus não entendem a justiça, mas os que buscam ao Senhor a entendem plenamente. Quem obedece à lei é filho sábio, mas o companheiro dos glutões envergonha o pai. Se alguém se recusa a ouvir a lei, até suas orações serão detestáveis. Quem leva o homem direito pelo mau caminho cairá ele mesmo na armadilha que preparou, mas o que não se deixa corromper terá boa recompensa.

Quando Deus nos criou, dotou-nos com a condição de escolha, que antes do pecado original de Adão, por não conhecer o bem e o mal, seguia ao caminho correto, porém com queda, perdemos essa capacidade. Assim, se deixarmos nosso coração conduzir nossas escolhas, sempre escolheremos o caminho do mal e da desobediência.

Podemos perceber isso por todo o relato bíblico, onde Deus apresenta a sua lei para que o homem possa se referenciar e seguir, começando pelos dez mandamentos, mas o fracasso é sempre presenciado.

Se nós mesmos observarmos a estes mandamentos, perceberemos que não conseguimos seguí-los, começando inclusive pelos dois primeiros e principais, que são: ame a Deus acima de todos as coisas e ame ao próximo como a ti mesmo.

Assim, todo o ser humano que se considera capaz de sozinho seguir as leis, falha, caminha pelas veredas dos ímpios e glutões, é mau, desobediente e a abandona.

Mas aqueles que entendem sua dependência em Jesus Cristo, o buscam para que sejam capacitados a entender, aceitar e obedecer os mandamentos de Deus, caminham na sua justiça, tem suas orações ouvidas, respondidas e desfrutam das recompensas divinas aqui e por toda eternidade.