A relação entre roupas, pessoas, cotidiano e felicidades causadas por pequenos detalhes

Oi. Beleza?

Você está feliz nesse momento? Se sim, você saberia dizer o que causou sua felicidade? Se não, você saberia dizer o que seria necessário pra te deixar feliz?

Felicidade é um negócio bem complexo, que vem e vai e muitas vezes a gente nem sabe explicar porque ela veio e foi. E é por isso que eu vou relatar o que aconteceu comigo hoje.

Eu moro a 8.390,97 km (segundo esse site aqui) da minha cidade natal e de todo o núcleo principal da minha família, esse inclusive estava me visitando e acabou de voltar pro Brasil. Somado a isso, tenho uns 2 dias pra entregar um trabalho importante, consequentemente estava num momento um pouco mais sério, apreensivo. Estou tranquilo, mas não saio andando por aí sorrindo pra todo mundo.

Hoje eu acordei e comecei a ouvir esse episódio do This American Life. Em meio a algumas histórias, uma delas falava sobre um cara que perdeu sua esposa fazia algum tempo, isso o deixou realmente triste e o fez repensar algumas atitudes de sua vida. A atitude que protagoniza a crônica é ele sair por aí vestido de Superman (no verão) e Batman (no inverno, porque a fantasia é mais quente e ele não gosta de usar outras coisas que a escondam). O motivo dele fazer isso é, mais ou menos, surpreender as pessoas. Em um dos momentos ele conta que estava num voo vestido de Superman, e diz que o piloto do avião vai poder chegar em casa e contar que viu um maluco fantasiado no seu avião. Em outra situação ele vai pra uma festa, também fantasiado, e várias pessoas puxam assunto, brincam com ele e pedem pra tirar fotos com o Superman.

Esse é o cerne da minha mensagem, atitudes simples que durante o cotidiano te deixam mais feliz.

Aí eu associei esse relato do This American Life com um fato que aconteceu comigo hoje a tarde. Saí de casa rumo ao mercado para comprar leite, café e laranja. Praticamente todas as minhas calças estavam sujas, e só me restava uma resinada (se você não sabe o que é uma calça resinada clique aqui). Quando eu parei no semáforo, para atravessar a rua, um senhor espanhol apontou pra mim e falou alguma coisa, no primeiro momento eu tive um pouco de receio, mas aí tirei meu fone e perguntei:

¿Como?

E ele:

“¡Eso es estilo!”

Eu ri, ele me deu um tapinha nas costas e ambos seguiram seus caminhos.

E aí eu pensei nessas duas coisas, tanto se você sair por aí e dar de cara com um Superman ou se um outro passar por você e falar que sua roupa está estilosa, isso vai gerar felicidade, nem que seja um pouquinho. Pode ser que você não fique feliz instantaneamente, mas, pelo menos quando você for contar essa história pra algum amigo, com certeza vocês vão rir juntos.

Dessa primeira vem outra reflexão, e se você for o cara que faz as pessoas mais felizes. São detalhes tão pequenos, mas que ajudam pra caramba. Imagina ser o motivo de saber que alguém sorriu mais, ou esqueceu de algum problema por uns instantes, simplesmente por causa de umas três palavras que você falou. Pode nem ser que você realmente ache aquilo tão legal, mas o simples comentário vai fazer bem para alguém.

Sair por aí fantasiado já exige um pouco mais de esforço, mas o impacto deve ser mais legal ainda. Vai que você tem coragem…

Ver essas pequenas coisas acontecendo me deixa mais feliz e me faz acreditar que o ser humano mais bondoso, sorridente e simpático é um bom fator no caminho pra uma sociedade mais acolhedora e digna pra todos.