Vim — Configuração básica e uso
Jader Correa
41

Com relação à função de renomeação eu achei uma thread legal no stackoverflow, dentre as opções apresentadas a que mais me chamou a atenção foi essa solução “oneliner”:
command! -nargs=1 Rename try | saveas <args> | call delete(expand('#')) | bd # | endtry

O bacana é que ele usa alguns conceitos avançados aqui: 
uso do “try” e a referência ao arquivo alternativo “#”
A propósito o artigo está ótimo.

Like what you read? Give Sergio a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.