Estranho Momento

Que estranho este momento… muito estranho
Pois olho para ti sem ter desejo
Pareço um tanto cego, eu não te vejo
Estás perto e tão longe, sem tamanho.

Estendo a minha mão mas não te apanho
Apenas te toco num frio cortejo
E dou-lhe as costas… e sem pestanejo
Saio da mira deste olhar castanho.

É tudo muito estranho e eu não entendo…
Por que meu peito não está fervendo?
Por que meu olhar não está brilhando?

Por que eu te vejo assim tão sem te ver?
Por que eu te toco assim tão sem querer?
Por qual razão eu não estou te amando?

wadrigues
16.05.2012