Chimamanda Ngozi Adichi

A de hoje vai para minha atual escritora favorita Chimamanda Ngozi Adichi.

Além de fatos sobre a vida dela, sendo uma escritora e palestrante achei essecial adicionar algumas passagens de frases ditas por Chinamanda:

1. Nascida na Nigéria, deixou o país aos 19 anos para estudar comunicação e ciências políticas nos Estados Unidos.
2. Em 2016 recebeu o título honorário de Doutora de Letras Humanas pela Universidade Johns Hopkins University. Em 2017 recebeu o mesmo título da Haverford College.
3. Seu primeiro romance, Hibisco Roxo, que trata, dentre outros assuntos, de violência doméstica, recebeu o prêmio Commonwealth Writers’ Prize na categoria de “Melhor Primeiro Livro”.
4. Seu segundo romance, que se passa antes e durante a guerra da civil havida na Nigéria, recebeu o Orange Prize, na categoria de ficção. Em 2014 foi transformado em um filme, rodado na Nigéria e interpretado por atores locais.
5. O terceiro e mais famoso romance (meu faborito), “Americanah”, além de ganhar o Orange Prize, foi selecionado pelo New York Times entre os dez melhores livros do ano.
6. Seu livro (“Sejamos todos feminists”) originário de um discurso feito em um TEDex talk 2013, permaneceu meses na lista de mais vendidos. O livro foi, em 2015, distribuído gratuitamente a estudantes de 16 anos na Suécia.
7. Falando sobre um habito de estética aos quais se submetem apenas meninas: “Eu não submeterei minha filha à dor porque a sociedade espera certo “cuidado”. Isso aconteceu comigo, não irá acontecer com ela”.
8. Referindo-se aos cuidados com os filhos: “Acredito que devemos para de premiar/parabenizar os homens por fazerem o que deveriam fazer”.
9. Em resposta à clássica pergunta por que feminismo e não humanismo: “Porque temos que dar nome a um problema para conserta-lo, por isso eu insisto nas palavras feminismo ou feminista”.
10. Durante um workshop um homem levantou a mão e disse: “ Eu te amava! Eu li todos os seus livros, mas desde que você começou com isso de feminismo, desde que você começou a falar sobre isso de gay, eu não confio mais em você. Como você pretende manter o amor de pessoas como eu?” Ela respondeu no mesmo tom. “Fique com seu amor. Porque, infelizmente, apesar de eu amar ser amada, eu não aceitarei seu amor se ele vem com essas condições”.
11. Para encerrar, um trecho de seu livro mais recente (Dear Ijeawele): “lembra daquela piada que se costuma fazer com meninas quando elas estão agindo de forma infantil — ‘o que você está fazendo? Não sabe que tem idade suficiente para se casar?’. Eu costumava dizer isso. Mas agora opto por não fazê-lo. Eu digo ‘você tem idade suficiente para trabalhar’. Porque eu entendo que não devemos ensinar as meninas a aspirar ao casamento”.

Fontes: https://www.theguardian.com/books/2017/mar/04/chimamanda-ngozi-adichie-stop-telling-me-feminism-hot

Like what you read? Give Wednesdays are female a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.