Como um “truque” de 5 minutos permitiu que eu ganhasse 8.829 seguidores no Facebook

Está cada vez mais difícil alcançar seus fãs organicamente no Facebook, né?

Você publica um conteúdo “relevante” na fan page… Espera alguns minutos… E…

Cadê todo aquele engajamento?

A verdade é que a rede social do Tio Mark está muito diferente do que era há dois ou três anos.

É inútil reclamar que “o Facebook está boicotando o alcance orgânico” por um motivo: nós, criadores e curadores de conteúdo, temos boa parte da culpa.

Eu explico.

Segundo o Facebook Insights, o brasileiro médio curte 17 fan pages. Isto é aproximadamente 40% maior do que a média de todos os usuários da rede.

Agora imagine como deve ser o feed de notícias desse brasileiro médio.

(Vamos chamá-lo de Jorge só pra deixar o texto mais divertido, tá?).

Além dos amigos, 17 páginas estão competindo diariamente pela atenção de Jorge. Entre elas você pode incluir pelo menos um grande veículo de mídia, como o UOL, que tem muito mais recursos que a maioria de nós.

Faça as contas aí rapidinho e você vai perceber que é muita gente fazendo muito conteúdo para poucos minutos de atenção.

No fim, a conclusão acaba sendo bastante óbvia:

O alcance orgânico das suas publicações diminuiu porque a quantidade de conteúdo que pode aparecer na timeline do Jorge (e de todos os outros usuários) aumentou consideravelmente.

Não é que o Facebook esteja boicotando o alcance da sua fan page, ele simplesmente entende que existem outros conteúdos mais interessantes para o Jorge curtir, compartilhar e comentar.

Não existe almoço grátis

Se você acha que o Facebook tem a obrigação de enviar toneladas de tráfego grátis para o seu site, eu tenho más notícias.

Era fácil, né?

A rede social do Tio Mark é uma empresa de tecnologia. E é bom lembrar que uma empresa pública — listada na bolsa de Nova York — precisa gerar dividendos aos acionistas.

Isso significa, basicamente, duas coisas: o Facebook precisa pagar as contas e a plataforma está em constante mudança.

O problema é que os administradores de fan pages parecem não estar na mesma sintonia. A maioria prefere bater o pé e reclamar (sabe-se lá pra quem) que o tráfego grátis acabou do que encontrar maneiras de aproveitar melhor as oportunidades.

Se a plataforma está sempre se atualizando, os profissionais não podem ficar parados. É preciso conhecer cada novidade. Observar, adaptar e aprender.

Dica: Siga o Fábio Prado Lima no Facebook. Por lá ele geralmente traz as novidades da plataforma de forma simples e direta.

Aliás, foi mais ou menos assim que eu notei algo que poucos pareciam dar atenção.

O simples “truque” que milhares de produtores de conteúdo estão ignorando

Você já reparou que o Facebook começou a mostrar o nome do autor ao lado do domínio em compartilhamentos de links?

Já faz um tempinho que isso acontece. Aqui está um exemplo de uma publicação do youPIX:

Veja ao vivo aqui.

Assim o leitor não só consegue identificar que este é um artigo do youPIX.com.br como também sabe que o texto foi escrito por Eden Wiedemann.

Agora dê uma olhada nesta outra publicação, do Tudo Interessante.

Veja ao vivo aqui.

Consegue notar a diferença?

Pois é. Aí está o “truque”. O autor, André Felipe Brandão, tem um link para o seu perfil no Facebook.

Aposto que você já está imaginando as possibilidades… Mas deixe eu te mostrar outra coisa que vai explodir sua cabeça.

Imagine que Jorge está matando o tempo no feed de notícias quando vê uma publicação do B9. Ele percebe rapidamente que o artigo é do Rafael Silva, um dos seus autores favoritos, e clica para ler.

Agora veja na imagem o que acontece com a publicação quando Jorge clica para ler o post no site do B9.

Veja ao vivo aqui.

Sim, automaticamente o Facebook mostra uma call-to-action convidando Jorge a seguir o Rafael. Bem ali, embaixo do link.

Como fã dos textos do Rafael, Jorge clica no botão “Seguir” sem pensar duas vezes.

Boom!

Isso acontece sempre que o link é compartilhado. Não importa se é a fan page do B9, se é o próprio Rafael, ou se é o Jorge.

Se o link for compartilhado, o botão “Seguir” irá aparecer assim que o usuário clicar no link — a não ser que ele já siga o autor em questão.

A grande surpresa é que os maiores players do mercado estão ignorando isso

O potencial desse “truque” é enorme, porque todos os lados saem ganhando.

O produtor de conteúdo pode ganhar seguidores em seu perfil e, consequentemente, ter outro canal de distribuição de links além da fan page.

O consumidor de conteúdo pode acompanhar de perto as coisas que seu autor favorito gosta de compartilhar.

E tem mais essa:

Usar todos os recursos que o Facebook oferece é uma boa ideia para maximizar o resultado das suas ações na rede.

Imagine agora essa funcionalidade para grandes veículos de mídia. É mais exposição para os autores, é aproximar-se dos leitores, é abrir espaço para discussões… Cara, isso é social media.

Só que o pessoal parece não estar muito ligado no poder que isso tem.

Fui até o SimilarWeb e olhei quais eram os 10 maiores sites de notícias e mídia no Brasil. Depois fui na fan page de cada um deles para ver se os links que eles compartilhavam tinham isso que eu mostrei acima.

O resultado foi surpreendente.

Apenas o TecMundo aproveita essa funcionalidade para ganhar mais seguidores no Facebook.

UOL, Globo, Yahoo, MSN, iG, BOL, Folha, R7 e Techtudo não fazem isso.

“Ah, Will, mas esses grandes portais têm centenas de escritores e milhares de artigos publicados… Como eles poderiam fazer isso?”

Que bom que você perguntou, porque eu estava guardando mais uma boa notícia: o “truque” não só funciona com perfis de pessoas, como também para fan pages.

Então vamos supor que o Techtudo não pode colocar o perfil do Facebook do autor em cada artigo por motivos legais. O que poderia ser feito? Colocar o link da fan page em cada artigo.

Aliás, é isso que o TecMundo faz:

Veja ao vivo aqui.

Se o Jorge vir um amigo compartilhando esse link aí de cima e clicar nele, o Facebook vai fazer aquele mesmo “truque”. Mas em vez de sugerir a ação com o botão “Seguir” será com o botão “Curtir”.

Percebeu o tamanho da oportunidade que esses grandes canais de comunicação estão deixando passar?

Percebeu o tamanho da oportunidade que você está deixando passar?

Como eu consegui 8.829 seguidores

Talvez eu ainda não tenha te convencido sobre o tamanho da oportunidade para criadores de conteúdo aumentarem o número de seguidores quase de forma passiva. Então eu vou mostrar como aconteceu comigo.

Eu sou fundador do Awebic — um site que nasceu com o objetivo de chamar atenção para temas importantes. Em dois anos de atividade, nosso conteúdo mudou um pouco, mas a essência está ali. Ainda trabalhamos com muito conteúdo social.

Aliás, foi o conteúdo social que possibilitou a viralização de muitos posts que eu escrevi. Com o link do meu perfil pessoal junto às publicações do Awebic, era questão de tempo para o meu número de seguidores aumentar.

Foi o que aconteceu.

Veja abaixo alguns posts que colaboraram diretamente para atrair novos seguidores.

1,7 milhão de compartilhamentos no Facebook e quase 3 mil comentários. Veja os números ao vivo aqui.

1,2 milhão de compartilhamentos no Facebook e quase 6 mil comentários. Veja os números ao vivo aqui.

1,2 milhão de compartilhamentos no Facebook e mais de 2 mil comentários. Veja os números ao vivo aqui.

É claro que a enxurrada de novos seguidores aparece quando algum influenciador compartilha um dos posts que você publicou.

Veja o que a Taís Araújo (3,1 milhões de fãs no Facebook) compartilhou recentemente. ;-)

Veja ao vivo aqui.

Como habilitar essa funcionalidade em 5 minutos

Para que o seu perfil no Facebook (ou a sua fan page) comece a aparecer nas publicações de links do seu site, como nos exemplos que mostrei acima, você precisa de uma única coisa em especial: adicionar uma tag entre as tags <head> e </head> das páginas do seu site.

Isso soou grego pra você? Mostre esse artigo para o responsável pela parte técnica do seu site. Eu tenho certeza que ele vai tirar de letra.

Vamos lá, passo-a-passo:

  1. Antes de inserir a tag no código de cabeçalho de seu site, é bom que você habilite a opção de que qualquer pessoa pode te seguir no Facebook (se você quer relacionar a sua fan page às publicações, pule para o passo 2). Você faz isso neste link: https://www.facebook.com/settings?tab=followers. Na configuração padrão apenas seus amigos podem seguir suas publicações. Mude para “Todos”.
  2. Agora você precisa pegar o endereço do seu perfil (ou da sua fan page). Por exemplo, o endereço do meu é https://www.facebook.com/wwwillian.
  3. Insira a seguinte tag entre <head> e </head> das páginas do seu site: <meta property=”article:author” content=”#”/>. Substitua o # pela URL do seu perfil ou da sua fan page.
  4. Pronto. ;-)

Eu simulei esses passos e o tempo total foi menor do que 5 minutos.

Simples, né?

Agora é a sua vez

Siga os passos aí de cima e implemente essa funcionalidade no seu site. Depois deixe um comentário neste post com os primeiros resultados.

Eu adoraria saber se isso também deu certo pra você.

Obrigado pela atenção!

Se este post foi útil pra você, clique neste coração logo abaixo para recomendar. Isso espalha a mensagem e mais pessoas podem se beneficiar do “truque”. ;-)