A vida é um balanço ao vento

A vida e feita de crenças, vendo um balanço solitário logo imagino um coração, quantas vezes o coração fica igual a um balanço ao vento. Vazio, solitário e eu gostaria de ter crenças maiores. Mas não tenho.

Gostaria de acreditar que um dia esse balanço vai estar com alguém na verdade acreditar que eu te reencontrarei. Quem sabe um dia. Mas não consigo.

Mas nada desses pensamentos alteraria uma verdade: a vida como conhecemos é tão delicada quanto um balanço ao vento. Alguns o deixaram cedo demais, outros ficaram até tarde balançando. Cedo ou tarde cada uma em seu próprio ritmo.

Talvez outros irão se divertir quando já não estivermos mais por aqui. São os nossos netos que não conheceremos. Histórias de amor que usarão as nossas palavras como se fossem suas. Estes nos eternizarão, mas não nos trarão de volta.

Nisso, nós nunca saberemos quando iremos balançar um pouco mais. Nós só podemos lembrar do passado e guardar as lembranças numa fotografia e procurar não desperdiçar os momentos com um novo que irá chegar.

Porque não importa o tempo e nem a intensidade em que permanecemos balançando a nossa vida. Importa somente o quanto balançamos a vida do outro durante a nossa vida.

Weliomar Ferreira

Devia ser dito

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Weliomar Ferreira’s story.