Não, não é normal.

Já estou um pouco mais de um mês na estrada, e hoje pela segunda vez me deparei com uma cena que me fez refletir sobre o que é “normal” para nos Brasileiros.

Estava esperando uma amiga chegar em cidade no interior da Republica Tcheca em frente de um MC Donald’s, e percebi um cara se aproximando de mim, bem arrumado e com olhar arregalado, do nada ele se abaixou na frente de uma lixeira enfiou a mão na mesma e tirou la de dentro um pedaço de pizza e começou a comer, essa cena me chocou muito e logo depois foi a caminho de outra lixeira mas ele não teve sucesso dessa vez.

Eu fiquei sem reação, sem entender. Como assim? Em um lugar que tudo parece tão perfeito, tem pessoas que precisam comer comida da lixeira, meu primeiro pensamento foi chamar aquele cara e oferecer um lanche decente pra ele, mas esse pensamento só veio minutos depois, pois estava chocado com a cena, e já era tarde, ele ja estava longe.

Hoje me deparei com a mesma cena, só que dessa vez estava acompanhado e comentei com meu amigo a cena que acabei de descrever para vocês, e por minha surpresa ele me respondeu: — No Brasil isso não é normal? Sempre me falaram que tem muitas pessoas que moram em lixões no Brasil.

Então comecei a perceber o que estava acontecendo, eu precisei viajar quilômetros de distancia do meu país pra perceber que isso não é uma coisa normal? Que alguma coisa está errada? Por ser uma cena comum no nosso país acaba sendo uma coisa como disse meu amigo “normal”.

Mas isso não pode ser uma coisa normal, temos que fazer alguma coisa!! mas não sei exatamente o que. Talvez a melhor coisa a se fazer agora e parar de pensar no nosso próprio umbigo e querer mudanças para um todo, então acredito que a mudança pode começar no próximo ano, quando vamos as urnas, escolhermos um candidato que tem propostas para beneficiar a população em geral, não só porque ele vai te beneficiar em algum momento.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Welton Amorim’s story.