Você vai ficar bem, já me acostumei

Screenshot do video Love — Lana Del Rey

Não me dirija a palavra se não quiser. Sei que vai arranjar boa uma alternativa pra não precisar. Vai contar aos outros sobre a sua pequena dor. Vai dizer que não tem com quem conversar. Vai subverter toda a história da sua própria vida pra caber num comercial de margarina, só pra fugir daquele meio da trama, onde eu apareci.

Um dia, quando ainda falávamos um com outro, como pessoas normais, você me disse que as circunstâncias lhe matariam caso o mundo soubesse o que você é. Não sei a que universo você se referia, já que éramos os únicos mundos orbitando sob a força da gravidade um do outro. Tudo que em mim nascia eu intercambiava até a sua atmosfera, e você enviava seus tesouros até a minha. Não havia chance de sermos invadidos. Havia apenas o seu cometa de inseguranças, vagando desvairado em nosso espaço, sob o risco de me atingir e me destruir. Foi o que, afinal, aconteceu.

Mas, embora saiba a respeito dos meus fragmentos espalhados por aí, pra você ainda é como naquele dia, quando eu disse: “Fica comigo?”. E, você respondeu que já tinha seu próprio caminho, na busca da órbita de um outro sistema. Aquele com um grande Sol e duas Luas gêmeas; lembra?

Com você vai ficar tudo bem, já me acostumei. Dei tantas voltas nesta mesma conversa, por todo esses anos, que meus olhos ficaram turvos e não pude mais ver você se afastar. Deve ter alcançado uma boa distância, então não vou pedir que volte. Vá adiante. Seja uma linda estrela noutro lugar.


Música é um pouco de toda a minha inspiração. Portanto, estará quase sempre presente aqui.

Se gostou deste pequeno texto, deixe a sua recomendação para outros leitores clicando no coração e não esqueça de me seguir.

Obrigado!